Tecnologia salvando vidas.

Fonte da imagem: Yanko Design

Ao contrário do que muitos imaginam, a adoção de equipamentos eletrônicos cada vez mais comuns no dia a dia das pessoas para o monitoramento de sua saúde está muito próxima da realidade. Prova disso é o conceito criado pela Worrel e apresentado na USC Body Computing 2010 – conferência especializada na área médica promovida pela University of Southern California.

A equipe da empresa de design sediada em Minneapolis empenhou esforços para idealizar uma série de sistemas de saúde – baseados na web – mais eficiente e que permita uma aproximação facilitada entre o médico e o paciente.

O aparelho, apelidado de Pathway (caminho, em tradução livre), lembra muito um tablet ou um e-reader e possibilita o monitoramento constante das condições cardiológicas do indivíduo. Confira o vídeo preparado pela organização:

Por muito tempo a tecnologia teve pouca ou nenhuma relação com a medicina. Entretanto, esta perspectiva tem mudado consideravelmente nos últimos anos. Uma das mais antigas áreas do conhecimento vislumbrou na parafernália criada por grandes empresas uma melhoria no tratamento de seus pacientes.

Todo o processo de planejamento e elaboração da tecnologia aconteceu intermediado por entrevistas com profissionais da saúde e seus pacientes. Tal conceito apresenta uma possibilidade realmente útil para ambas as partes: a pessoa fica mais tranquila, sendo monitorada por períodos maiores, e o médico conta com mais informações para suas avaliações e pesquisas.