Pesquisadores do Instituto Fraunhofer, na Alemanha, são os responsáveis por um novo conceito de transporte que mistura o velho bonde com ônibus que vemos nas ruas de nossa cidade.

Dispensando trilhos para se movimentar e fios elétricos, o veículo roda com pneus de borracha, sobre uma linha branca pintada no asfalto. O sistema de energia do AutoTram ainda não foi devidamente explicado, mas é capaz de armazenar e liberar grandes quantidades de carga elétrica.

Desenvolvido para o transporte público, o AutoTram tem como função rodar o áximo de tempo possível e, por esta razão, não é possível deixá-lo parado por muito tempo na garagem para recarregar sua bateria.

Reprodução: Inovação Tecnológica

Fonte: Inovação Tecnológica

Para isso, a cada três ou quatro estações de ônibus existe um ponto de recarga de energia, com tensão de 700 volts e correntes de até 1000 amperes. O tempo estimado para esta carga seria de até 30 segundos, o que é impressionante.

Para isso, o autobonde tem um supercapacitor que armazena a energia e, posteriormente, passa para a bateria e, em seguida, para o motor. Também fazem parte deste projeto de pesquisa veículos híbridos e movidos a hidrogênio.