Imagine um mundo diferente em que o Google não fizesse ferramentas para a internet, mas sim objetos que você poderia ter em casa. Esse foi o cenário proposto pelo estúdio Berg, de Londres, e, em 2011, eles tiveram a possibilidade de implementar esses conceitos em parceria com o Google Creative Lab.

Na época, não foi possível publicar os resultados obtidos pela equipe, mas agora as imagens estão na internet para todos aqueles que se interessam pelo design de interação e áreas correlatas. Assim, para criar as versões físicas de serviços como o YouTube, Google Calendar e até mesmo do streaming de música, os designers apelaram para o uso de luzes e de projeções, que fornecem um visual bastante futurista e limpo aos objetos.

Confira no vídeo acima como funcionariam esses “gadgets”. E, se você ficou curioso para entender mais o processo de desenvolvimento do projeto, consulte o site da Berg, onde os detalhes estão muito bem explicados.