Este seria o Lockheed Stratoliner (Fonte da imagem: Yanko Design)

O designer William Brown criou um conceito de jato, ao qual chamou “Lockheed Stratoliner”. A carcaça do modelo teve com inspiração o fuselo (do inglês “Bar-tailed Godwit” e também conhecido como chalreta), que é uma ave notória por conseguir sobrevoar longas distâncias sem precisar fazer paradas.

A princípio, assim como o pássaro, o Lockheed Stratoliner seria capaz de percorrer grandes distâncias sem a necessidade de reabastecer o tanque de combustível. O segredo está nas asas maiores do que o normal, capazes de proporcionar maior impulso e leveza no ar, o que também possibilita alcançar mais altitude.

Além disso, ele operaria com quatro motores a jato movidos por hidrogênio criogênico, o que evitaria a emissão de poluentes no ar. O jato também seria capaz de operar em um estado de economia de energia, poupando combustível.