Caminhando pelo centro de Taipei, capital de Taiwan, não há como não se impressionar com uma das mais imponentes construções já criadas pelo homem. Trata-se do Taipei 101, edifício que é considerado o terceiro mais alto do mundo, atrás do Burj Khalifa, dos Emirados Árabes, e do Abraj Al Bait Towers, da Arábia Saudita.

Inaugurado em 2003, o Taipei 101 custou nada menos do que US$ 1,758 bilhão, dinheiro que além de servir para erguer o empreendimento foi destinado também à inclusão de sistemas de segurança capazes de fazer o prédio resistir a tufões e terremotos.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Luxo e elegância

Se por fora basta olhar para o tamanho da construção para ficar impressionado, entrar no Taipei 101 proporciona o mesmo nível de encantamento. Nos cinco primeiros andares, funciona uma espécie de shopping center de luxo, reunindo lojas das marcas mais famosas do mundo.

Dior, Emporio Armani, Burberry, Louis Vuitton e muitas outras grifes oferecem para o público o que há de mais moderno no mundo da moda, tudo isso em ambientes elegantes e com preços para poucos. Da mesma forma, a praça de alimentação reúne dezenas de restaurantes servindo os mais variados tipos de pratos.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

O céu é o limite

Para subir no edifício, nada de escadas. A partir do quinto andar (os cinco primeiros são lojas do shopping) você embarca em um elevador que vai levá-lo até o 89º andar, onde está localizado o observatório.

Certificado como sendo o elevador mais rápido do mundo, a viagem entre os 84 andares dura apenas 37 segundos, uma vez que o transporte viaja a uma velocidade impressionante de 1.010 metros por minuto.

Infelizmente, no dia da nossa subida o clima não colaborou e, com chuva e céu fechado, muito pouco podia ser visto do alto. Entretanto, a partir do observatório, é possível ver as nuvens passando diante da janela, um espetáculo que, convenhamos, é mais do que o suficiente para nos deixar impressionados. 

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Segurança extrema

No alto do prédio, uma gigantesca bola de ferro de 680 toneladas é a responsável por manter o equilíbrio da construção. Elas serve como uma espécie de contrapeso mecânico contra qualquer tipo de vibração, minimizando as oscilações. 

Em caso de queda de energia, o Taipei 101 conta com geradores capazes de suprir até 70% das necessidades do prédio. Segundo os engenheiros, a estrutura é capaz de suportar até mesmo os mais fortes terremotos ocorridos nos últimos 2,5 mil anos e rajadas de vento de até 60 metros por segundo de velocidade.

Cupons de desconto TecMundo: