De acordo com os relatórios da Gartner e da IDC, as vendas de computadores no mundo no primeiro trimestre de 2015 caíram 5,2% e 6,7%, respectivamente, em relação ao mesmo período de 2014.

Quem puxou a queda foram os modelos desktop, enquanto os computadores móveis, como os notebooks, os híbridos e os tablets Windows tiveram crescimento em relação ao ano passado. Os números não incluem Chromebooks, tablets Windows com tela menor que dez polegadas ou qualquer um que não rode Windows (como o iPad).

A indústria de computadores teve um impulso em 2014 pelo fato de as companhias terem trocado seus PCs devido ao fim do suporte do Windows XP, mas esse ciclo acabou no primeiro trimestre de 2015", disse Mikako Kitagawa, principal analista da Gartner. A tendência atualmente é a troca para notebooks leves e finos, que possuam funcionalidade de tablet. "Nosso estudo prematuro sugere um crescimento forte de notebooks híbridos no primeiro trimestre de 2015, especialmente em mercados maduros".

Fator Windows 10

Segundo Rajani Singh, analista sênior de computação pessoal da IDC, o Windows 10 vai ajudar a melhorar a perspectiva para o restante do ano, já que há uma demanda reprimida para a troca de PCs mais velhos. "Basta uma parte renovar para que o crescimento fique acima de zero até o final de 2015", afirmou.

Em ambos os relatórios, a Lenovo foi a fabricante que mais vendeu computadores no atacado, com 13,6 milhões (Gartner) e 13,4 milhões (IDC) de unidades no primeiro trimestre de 2015 e share entre 18,9% (Gartner) e 19,6% (IDC). Em seguida vem HP e Dell. ASUS e Acer são o quarto e quinto colocados, respectivamente, na Gartner, enquanto as posições são invertidas na IDC.

Cupons de desconto TecMundo: