(Fonte da imagem: Divulgação/D-Wave)

Embora ainda deva demorar um tempo considerável até que os PCs quânticos cheguem ao mercado, testes comparativos mostram que eles são muito mais potentes que qualquer máquina convencional. Para provar isso, a fabricante D-Wave decidiu calcular uma função matemática complexa usando tanto uma máquina do tipo quanto três desktops comuns de alto desempenho.

Segundo a New Scientist, levou cerca de meio segundo para que a máquina baseada em princípios quânticos chegasse à melhor solução possível. Durante esse período, o computador repetiu o teste de 100 maneiras diferentes para se certificar de que não havia uma forma melhor de realizar os cálculos.

Mesmo quando equações mais complexas foram propostas, o dispositivo levava exatamente o mesmo tempo para resolvê-las. Em comparação, os desktops convencionais tiveram dificuldades em lidar com um número superior a 100 variáveis — o mais eficiente dele, conhecido como CPLEX, demorou meia hora para chegar aos resultados do produto da D-Wave.

Na prática, isso significa que o computador quântico se mostrou 3.600 vezes mais rápido em relação às máquinas disponíveis atualmente no mercado. Vale notar que, até o momento, dispositivos do tipo são construídos com o objetivo de resolver problemas, enquanto os produtos que utilizamos normalmente não são tão especializados nessa área — porém, em todos os testes realizados, a superioridade da nova tecnologia foi grande demais para poder ser ignorada.

Cupons de desconto TecMundo: