Se você é um ilustrador, deve estar muito familiarizado com curvas vetoriais. Basicamente, esses elementos são produtos da manipulação de duas hastes, os “handles”, a partir de determinado vetor. Na prática, fica parecendo que os pontinhos dessas hastes são elementos virtualmente magnéticos, que ficam “puxando” o vetor ao criar a curva. Mas não é bem assim que isso funciona.

No vídeo acima, você consegue conferir como uma curva vetorial é desenhada em um computador com softwares específicos. Os handles são basicamente as diretrizes que o usuário dá para o computador fazer o desenho. Imediatamente em seguida, várias linhas e pontos virtuais são criados entre essas hastes e, com isso, o desenho perfeito e preciso é produzido.

Note que tudo começa a partir do primeiro handle e, com o movimentar das linhas, o ponto central da tangente rosa vai marcando no plano onde cada ponto da curva estará posicionado. Esse modelo é conhecido como curvas de Bézier e, com isso, você não vai mais pensar em pontinhos magicamente magnéticos na tela do seu dispositivo ao criar uma curva vetorial.