Um grupo de artistas decidiu fazer aquilo que muita gente considerava impossível: recriar digitalmente a pele humana com toda a sua complexidade de detalhes. Pode até soar como algo pouco extraordinário para alguns, mas esse tipo de feito exige muito esforço das máquinas e de suas GPUs para computar toda a informação necessária.

Dispostos a encarar o desafio, a dupla Jorge Jimenez e Diego Gutierrez, da Universidade de Zaragoza, criou uma pequena demonstração de como é possível renderizar o tecido cutâneo humano com todas as suas particularidades, que pode ser baixada por meio deste link. Contudo, para visualizar todos os detalhes criados, é preciso ter uma placa gráfica 570 GTX ou equivalente.

Além disso, Jimenzes e Gutierrez liberaram um pequeno vídeo que mostra o resultado de seu trabalho. Batizada de Separable Subsurface Scattering, a tecnologia renderiza a pele humana de modo mais rápido do que outros métodos o fazem, pois realiza tudo em tempo real.

Pelo que podemos ver na animação disponibilizada, realmente a novidade impressiona, principalmente por conseguir recriar elementos como marcas de pele e poros. Embora muitas animações cheguem próximo do real — como no cinema e nos games —, nada se assemelha ao nível de detalhamento apresentado aqui.

Cupons de desconto TecMundo: