De acordo com um novo estudo publicado pela SolarWinds, 95% das empresas já utilizam a nuvem para assegurar sua infraestrutura e aplicações críticas. Contudo, o levantamento, chamado "SolarWinds IT Trends Report 2017: Portrait of a Hybrid IT Organization", mostrou que, apesar do crescimento da nuvem para o uso de aplicações-chave, os orçamentos para os departamentos de TI não estão necessariamente aumentando para refletir essa realidade.

Segundo o documento, 69% dos profissionais entrevistados relataram que menos de 40% do orçamento de TI de suas empresas foram destinados às tecnologias de nuvem no último ano, mas 59% deles perceberam que estavam obtendo os benefícios esperados das implementações utilizadas em nuvem. Ainda de acordo com a empresa que conduziu a pesquisa, as áreas que mais migraram aplicativos para a nuvem foram armazenamento e banco de dados, e as três principais razões para que essas áreas tenham saído na frente nessa corrida foram maior potencial de ROI, disponibilidade e escalabilidade elástica.

O estudo revelou também que 45% das empresas ainda dedicam a maior parte de sua renda anual (pelo menos 70%) para aplicativos tradicionais, mostrando o quanto ainda existe demanda para uma infraestrutura híbrida — mesclando serviços em nuvem com data centers. Além disso, 67% dos profissionais entrevistados revelaram ter sido necessário adquirir novas habilidades por conta da TI híbrida, e 9% deles afirmaram que acabaram mudando o rumo de sua carreira.

A TI híbrida também foi uma das responsáveis pelo aumento de responsabilidades e da carga de trabalho. Ainda, 69% das empresas que participaram do estudo utilizam até três ambientes de provedores de nuvem, sendo que outros 9% responderam que usam 10 ou até mais provedores. 

Cupons de desconto TecMundo: