Depois da nossa análise do Redmi Note 4, resolvemos colocar o celular da Xiaomi frente a frente com os principais concorrentes brasileiros da categoria dos intermediários premium, que são os smartphones bons demais para ficar no mesmo balaio dos intermediários comuns, porém ainda inferiores aos tops de linha.

Contudo, essa categoria só existe no Brasil porque os melhores aparelhos das principais marcas ficaram muito mais caros, e os intermediários mais básicos nunca conseguiram acompanhar a necessidade dos clientes mais exigentes. Mas quem está disposto a importar um celular da China pode conseguir um smartphone tão bom quanto o ZenFone 3 Zoom em questão de hardware e pagar só uma fração do preço. Por isso, decidimos fazer um comparativo entre o modelo da Asus e o da Xiaomi.

Antes que você argumente que isso é injusto, nós só vamos colocar esses dispositivos cara a cara pelo de contarem com um hardware e qualidade de construção similares. Desse ponto de vista, ambos são concorrentes. Contudo, como o mercado chinês é agressivamente sensível a preços, as coisas lá costumam ser mais baratas do que aqui. Seja como for, confira nosso comparativo.

Desempenho

Da mesma forma que o Redmi Note 4 com chip MediaTek venceu o Galaxy A7 de 2017 no nosso comparativo, ele também superou o ZenFone 3 Zoom. Isso porque o processador utilizado é mais focado em desempenho do que em economia de bateria. O Snapdragon 625 do aparelho da Asus encontrou um ponto de equilíbrio e, por isso, fica para trás nos testes sintéticos.

Seja como for, ambos conseguem rodar os mesmos jogos com praticamente o mesmo desempenho. Fora isso, não há muita diferença no uso cotidiano, já que apps mais básicos rodam praticamente da mesma forma nos dois modelos. Contudo, é clara a superioridade nos benchmarks do modelo com chip MediaTek.

Versão do Sistema OperacionalAndroid 6.0 MarshmallowAndroid 6.0 Marshmallow
Tipo de TelaIPS LCD com 16 milhões de coresAMOLED com 16 milhões de cores
Tamanho de Tela5.5 polegadas5.5 polegadas
Resolução de Tela1920 x 1080 pixels1920 x 1080 pixels
ChipsetQualcomm MSM8953 Snapdragon 625 ou Mediatek MT6797 Helio X20Qualcomm MSM8953 Snapdragon 625
Memória RAM2/3/4 GB de RAM3/4 GB de RAM
Armazenamento Interno16/32/64 GB32/64/128 GB
Cartão de MemóriamicroSD, expansível até 256 GBmicroSD, expansível até 2TB
Câmera Traseira13 MP, abertura f/2.0, pixels de 1.12 µm, com resolução máxima de 4160 x 3120 pixels23 MP, abertura f/1.7, pixels de 1.44µm, com resolução máxima de 5488 x 4112 pixels
Capacidade de Bateria4100 mAh5000 mAh

Design

Como esses dois smartphones aqui têm um design relativamente minimalista e um tanto elegante, discutir qual é o mais bonito pode acabar sendo muito subjetivo. A questão aqui é muito refém do gosto de cada usuário. Mas enquanto o Zenfone tem bordas mais arredondadas e oferece uma pegada mais confortável, o Redmi parece ter uma carcaça mais resistente e também mais original.

Vai dizer que você não percebeu que o celular da Asus se parece um pouco com os últimos iPhones? Para finalizar esse tópico, é bom ressaltar que ambos os modelos são vendidos em diversas cores, mas o da Xiaomi tem bem mais opções.

Tela

Os dois modelos têm tela de 5,5’’ e resolução Full HD. A diferença fica por conta da tecnologia. Enquanto a Asus traz um display AMOLED, a Xiaomi resolve ficar no IPS LCD, que representa cores com menos fidelidade e tem um contraste inferior. Ainda assim, a qualidade das duas telas pode ser considerada intermediária. Um detalhe que pode fazer a diferença é o fato de o Zenfone trazer um nível máximo de brilho mais intenso.

Software

O tópico do software é um impasse. A Asus já tem uma previsão concreta para atualizar todos os Zenfones 3 Zoom para o Android 7.0 Nougat, mas o modelo internacional do Redmi Note 4 ainda carece dessa confirmação por parte da Xiaomi. Mas, por enquanto, ambos os celulares então no Marshmallow 6.0, que já é um sistema operacional ultrapassado, considerando que a Google já lançou uma versão de testes do seu próximo Android.

Mas sobre a interface, não há nenhuma dúvida de que o Redmi Note 4 é o vencedor. A MIUI é muito superior à Zen UI da Asus em praticamente todos os aspectos. A usabilidade é melhor, assim como o visual geral, as animações e as funcionalidades extras que ambas embarcam no Android. Usar um celular da Xiaomi é, em grande parte, uma boa experiência, do ponto de vista do software. Mas não dá para dizer o mesmo sobre um modelo da Asus.

Câmeras

Mas na hora de tirar fotos, o ZenFone 3 Zoom toma a dianteira. Ele não apenas tem um sistema de câmeras duplo com sensores bem mais avançados que o do Redmi Note 4, mas também tira fotos muito melhores em praticamente qualquer condição de luz.

A Asus oferece uns recursos bacanas, como zoom óptico e foto sem compressão em RAW, mas é bom ficar de olho porque a qualidade das câmeras desse Zenfone não é tão interessante quanto a de celulares top de linha, como a Asus quer que você acredite. Mesmo assim, as imagens que ele faz são normalmente muito boas, e o app de câmera é mais avançado do que o da Xiaomi.

Fotos feitas com o Redmi Note 4

Fotos feitas com o ZenFone 3 Zoom

Bateria

Infelizmente, nós recebemos um Redmi Note 4 com processador Helio X20 para testes e não a versão com Snapdragon 625, que seria o mesmo chip do ZenFone 3 Zoom. Como você deve saber, processadores da MediaTek normalmente gastam mais energia na comparação com os da Qualcomm e, por isso, o Redmi ficou com um resultado péssimo no nosso teste de bateria. Ele marcou 6 horas e 15 minutos de execução contínua de vídeo, enquanto o celular da Asus ficou com 12 horas e meia, exatamente o dobro do concorrente.

Detalhe que a bateria do Zenfone só é 21% maior e, mesmo assim, conseguiu 100% a mais de autonomia. Esse nosso teste consiste basicamente na execução contínua de vídeo online com WiFi ligado, brilho da tela no máximo e com a rede celular ativa, ou seja, com um chip de operadora inserido para obtermos resultados de stress mais realistas.

Extras

O leitor de digitais do ZenFone 3 Zoom é bem mais rápido e preciso que o do Redmi Note 4. Na verdade, ele é um dos mais rápidos do mercado em qualquer categoria. Mas o sensor da Xiaomi não é ruim. Ele só não consegue acompanhar o concorrente na agilidade. Contudo, a chinesa tem uma vantagem: o posicionamento do leitor de digitais é bem mais confortável no Redmi do que no ZenFone, onde ele fica muito para cima e dificulta um pouco o manuseio.

Em questão de qualidade de som, o Zoom é um tanto mais interessante. O alto-falante dele consegue ficar mais alto, mas ambos os celulares apresentam um bocado de distorção no último volume. Pelo menos o aparelho da Asus vem com um fone de ouvido de ótima qualidade, coisa que não existe na caixa do Redmi Note 4.

Preço

A versão mais básica do Zenfone 3 Zoom, com 32 GB de armazenamento e 3 GB de RAM custa oficialmente R$ 1.899. É possível comprar esse produto por um preço menor, mas é difícil encontrar lojas que tenham o produto disponível para compra. Já o Redmi Note 4 com a mesma configuração pode ser encontrado por algo perto de US$ 170 na GearBest. Importando uma unidade por esse preço, você vai desembolsar no máximo R$ 900, mesmo que a alfândega faça você pagar a taxa mais alta possível para esse tipo de produto, a de 60%.

E olha que estamos falando da versão do Redmi Note 4 com processador Snapdragon, que deve ter um desempenho bem similar ao do Zenfone 3 Zoom, para jogos e também em autonomia de bateria. Por isso, mesmo tendo câmeras inferiores, o celular da Xiaomi é a escolha mais sensata para quem não se importa em fazer a importação.

-----

Opções de compra:

Melhores ofertas do Redmi Note 4 com 32Gb de memória interna e 3GB de RAM:

- Lojas Nacionais

- Lojas Internacionais

Melhores ofertas do Redmi Note 4 com 64Gb de memória interna e 3GB de RAM

- Lojas Internacionais

Melhores ofertas do Asus ZenFone 3 Zoom com 32GB de memória interna e 3GB de RAM:

Melhores ofertas do Asus ZenFone 3 Zoom com 64GB de memória interna e 4GB de RAM:

Cupons de desconto TecMundo: