O Moto G5 é o intermediário a ser batido no mercado brasileiro atualmente, e a Meizu quer fazer justamente isso. O M5 Note da marca chinesa tem basicamente as mesmas características de hardware do oponente, com a adição de um trunfo: seu design mais elegante e uma qualidade de construção superior. Mas qual deles é o smartphone ideal para você?

É interessante destacar ainda que, apesar de ambos os aparelhos contarem com um hardware similar, existem alguns pontos bem diferentes entre eles. Enquanto a Meizu foca em qualidade de construção, a Motorola se dedica ao desempenho, por exemplo. Agora confira os detalhes.

Mais poder de fogo

O Moto G5 ficou na frente em nossos testes de benchmark, mas a diferença de pontos para o M5 Note não é tão significativa. Isso quer dizer que você não vai conseguir sentir nenhuma diferença entre esses dois aparelhos no uso cotidiano, mas talvez possa notar alguma coisa em jogos mais pesados.

Por outro lado, o smartphone da Meizu tem 1 GB a mais de RAM, o que lhe proporciona uma capacidade maior de manter mais apps e jogos carregados na memória por mais tempo.Vendo por essa perspectiva, você conseguiria uma experiência mais lisa e coesa. O problema é que isso também não é muito perceptível no cotidiano.

Versão do Sistema OperacionalAndroid 7.0 NougatAndroid 6.0 Marshmallow
Tipo de TelaIPS LCD com 16 milhões de coresLTPS IPS LCD com 16 milhões de cores
Tamanho de Tela5 polegadas5.5 polegadas
Resolução de Tela1920 x 1080 pixels1920 x 1080 pixels
ChipsetQualcomm MSM8937 Snapdragon 430Mediatek MT6755 Helio P10
Memória RAM2 GB de RAM3 GB de RAM
Armazenamento Interno32 GB32 GB
Cartão de MemóriaMicroSD, expansível até 128 GBmicroSD, expansível até 256 GB
Câmera Traseira13 MP, abertura f/2.0, com resolução máxima de 4160 x 3120 pixels13 MP, abertura f/2.2, com resolução máxima de 4160 x 3120 pixels
Capacidade de Bateria2800 mAh4000 mAh

No geral, você só consegue perceber mais desempenho no Moto G5 em alguns games específicos, que utilizam mais o processamento gráfico. Bons exemplos seriam Horizon Chase e Need For Speed Most Wanted.

Visual

Sabemos que gosto é algo subjetivo e cada um tem o seu, mas não dá para negar que o M5 Note tem sim uma aparência mais elegante. Além do mais, sua carcaça não possui tantas linhas e isso passa a impressão de que estamos lidando com um aparelho mais sólido. Quando você pega os dois celulares na mão, dá para perceber que isso não é só um aspecto do design. A qualidade de construção do smartphone da Meizu é significativamente superior em relação à do da Motorola.

Ele é mais rígido e passa uma sensação de resistência maior. Portanto, acreditamos que ele deve sobreviver melhor a quedas e, talvez, arranhar com menos facilidade. O metal do Moto G5 parece tão fino que quedas ou sentadas com ele no bolso podem deixar alguns amassados. Esse não é o caso do M5 Note.

A melhor tela

Ao passo que o display do M5 Note é maior e representa as cores de forma mais viva, o do Moto G5 conta com uma densidade de pixels melhor. Isso quer dizer que você vai gostar da tela do smartphone da Meizu quando estiver vendo fotos e vídeos, mas a do aparelho da Motorola vai mostrar mais definição para ler texto em apps de mensagens, redes sociais e também no navegador web. O visor de ambos é de qualidade decente para a categoria, e você só vai notar essas diferenças colocando um ao lado do outro.

Software

O Flyme OS é completamente diferente do sistema original da Google no aspecto visual

O celular da Motorola vem com o Android praticamente puro, mas ainda tem algumas mudanças feitas pela fabricante no launcher. No lado da Meizu, a personalização é drástica. O Flyme OS que a fabricante embarca em seus aparelhos é completamente diferente do sistema da Google no aspecto visual, e ainda há um bocado de elementos estruturais trocados. Por exemplo, as teclas de navegação não aparecem na tela nem abaixo dela, e você precisa do mesmo botão para ir para a home e para usar o comando “voltar”. De início, é meio confuso, mas logo dá para se acostumar.

Quando isso acontece, é possível entender o objetivo da Meizu com essas mudanças. A marca quis simplificar ao máximo o sistema para que o usuário possa interagir com ele mesmo sem ter elementos gráficos representados na tela. Isso fica ainda mais evidente nas opções de gestos que podem ser habilitadas na área de configurações.

Contudo, o gerenciador de apps recentes não é tão prático quanto parece para o dia a dia. Apesar de essa interface simplificada da Meizu trazer sim uma experiência bem ágil para o usuário, ela também confunde bastante. Do outro lado, temos o Moto G5 com seu Android quase puro e cheio de funções legais que, ainda por cima, tem um design familiar e roda com agilidade.

Melhor foto

Na questão das câmeras, o celular da Motorola supera o da concorrente. No geral, ele consegue capturar detalhes com mais precisão, e a representação das cores também é mais interessante nas imagens feitas com o G5, o que garante um resultado final normalmente melhor.

O dispositivo da Meizu alcança resultados similares em muitas situações, especialmente nas selfies, mas, quando há alguma condição de luz mais desafiadora, as fotos ficam bem mais granuladas. Estamos falando essencialmente de iluminação artificial e sombras. Nenhum deles se destaca em qualidade de captura de vídeo, entretanto.

Fotos feitas com o Moto G5

Fotos feitas com o M5 Note

Longe da tomada

O M5 Note tem uma célula de energia 40% maior, mas ele consegue ficar menos tempo longe das tomadas na comparação com o Moto G5. No nosso teste de vídeo, o smartphone da Motorola marcou pouco mais de 9 horas de execução contínua, enquanto o da Meizu fez 8 horas e 20 minutos. Ou seja, nem todo celular com 4.000 mAh consegue durar mais tempo em uma carga do que os outros “mortais”.

Esse nosso teste basicamente consiste na execução de um vídeo no YouTube com exatamente 1 hora de duração. Nós fazemos três medições de consumo durante esse período e, em seguida, extrapolamos um resultado final baseado na progressão da descarga. Note que colocamos o brilho da tela sempre no máximo e mantemos o WiFi ligado.

No uso cotidiano, ambos conseguem essencialmente o mesmo desempenho, mas o produto da Meizu tem potencial para durar mais tempo carregado quando você está fazendo uso superleve do aparelho.

Extras

Em questão de som, eles não diferem muito na qualidade dos alto-falantes. O do M5 Note parece mais alto, mas ambos ficam distorcidos no volume máximo, e o smartphone da Meizu não vem com fones de ouvido na caixa, se é que você se importa com isso. Mas na questão do leitor de digitais, o aparelho chinês parece ter um sensor mais rápido e mais preciso. Por outro lado, o do G5 é mais versátil, interpretando mais gestos.

Quer pagar quanto?

O Moto G5 comum tem o preço oficial de R$ 999, mas dá para encontrar esse modelo por valores um pouco mais baixos. Já o M5 Note está sendo vendido pela Vi, a representante oficial da Meizu no Brasil, por R$ 1.599.

A diferença de preço é realmente brutal, e a gente quase não acredita que os dois fazem parte mais ou menos da mesma categoria

Ou seja, a diferença de preço é realmente brutal, e a gente quase não acredita que os dois fazem parte mais ou menos da mesma categoria. Se você comprar à vista, o celular da chinesa sai por R$ 1.299, mas isso ainda é o preço do Moto G5 Plus, que é um celular bem mais capaz que esses dois que estamos comparando aqui.

Por isso, é fácil dizer que o G5 comum é a escolha mais adequada nesse nosso cenário. Ele não apenas é melhor que o M5 Note em vários aspectos, como também tem um preço bem mais atraente, 60% menor. Fora isso, quem realmente quer um celular mais bonito e mais resistente tem opções superiores à oferta da Meizu. Os Galaxy A5 e A7 deste ano, junto com o Moto Z Play e o ZenFone 3, são bons exemplos disso.

***

Ofertas do Meizu M5 Note: AmericanasSubmarino

Ofertas do Motorola Moto G5: Ponto FrioExtra

Cupons de desconto TecMundo: