(Fonte da imagem: Divulgação/Kyocera)

Na CES 2012, a Kyocera apresentou uma proposta inovadora para o mercado mobile. O Urbano Progresso é um protótipo de smartphone desenvolvido em parceria com a KDDI Labs que não conta com alto-falantes ou microfones.

O sistema é ideal para ser usado em ambientes com excesso de ruído e consegue captar a voz de quem fala e transmitir os sons do outro lado da linha para o ouvido do usuário sem interferências. Parece mágica, mas tudo o que o equipamento faz é captar e transmitir os sons usando a vibração dos ossos do crânio.

Como funciona?

No lugar do alto-falante, o protótipo carrega um sistema vibratório na parte traseira do equipamento. A vibração não pode ser notada pelo usuário, porém ela é a responsável pela transmissão do som aos tímpanos.

(Fonte da imagem: Divulgação/Kyocera)

Usar o telefone dá a mesma sensação de ouvir uma conversa em qualquer aparelho, mas, ao tirar o contato do aparelho com o corpo, o som simplesmente desaparece. Desta forma, o Urbano Progresso poderia ser uma alternativa para conversas em ambientes em que normalmente não é possível ouvir nada, como espaços industriais. Por usar a vibração, o aparelho permite, inclusive, que se use o smartphone sem retirar protetores de ouvido antirruído.

Outra possibilidade bastante interessante é usar o sistema para ouvir uma conversa mesmo sem tirar os fones de ouvido. Dessa forma, você pode continuar ouvindo suas músicas tranquilamente enquanto conversa e ouve com clareza o que é dito do outro lado da linha.

E para falar?

Assim como não conta com alto-falantes, o projeto da Kyocera elimina também o uso de microfones, centralizando toda a transmissão por meio de vibrações. O Urbano Progresso utiliza um microchip com cerca de 0,6 mm, capaz de detectar o som apenas pela vibração dos ossos da face. Com isso, tudo o que é falado é transmitido ao interlocutor, eliminando também os ruídos do ambiente.

Cupons de desconto TecMundo: