(Fonte da imagem: Divulgação/Activision Blizzard)

A Casa de Leilões de Diablo III foi uma das maiores novidades vindas com o game, não pela possibilidade de comprar e vender itens de outros jogadores – algo que já existia anteriormente – mas porque agora a Blizzard permite que as pessoas utilizem dinheiro de verdade em suas negociações.

Porém, o que a maioria das pessoas mais se interessou é que, com isso, qualquer um pode fazer suas próprias riquezas apenas com a venda de itens dentro do game. Se você é um daqueles que está interessado em aprender como esse sistema funciona para ganhar uma fortuna jogando, é só seguir este tutorial.

Avisos

Antes de começar, é bom deixar dois avisos sobre o processo de vendas de Diablo III. O primeiro deles é que, embora o sistema de pagamento da Casa de Leilões funcione em todas as regiões do mundo, o Brasil é um dos países onde não é possível converter os lucros do sistema em dinheiro de verdade por sistemas como o PayPal, até o momento. Porém, ainda há como gastar os pontos na loja da Blizzard para comprar todo o tipo de item.

Por fim, tome cuidado ao criar o leilão de um equipamento. Isso porque, ao colocar o item à venda, o jogador tem apenas cinco minutos para cancelar a ação, sendo obrigado a esperar 48 horas até o fim do leilão, caso ninguém compre o objeto nesse tempo, para recuperá-lo. Logo, se você não for rápido para corrigir um erro, sua falha pode custar caro.

Selecionando itens

Dado os avisos, acesse a interface da Casa de Leilões e clique na aba “Vender” (1). Aqui, você vai poder escolher um item a partir da lista de seu inventário (2) ou de seu baú pessoal (3). Caso o objeto escolhido seja “empilhável”, é possível decidir quantos deles colocar à venda.

Ampliar (Fonte da imagem: Divulgação/Activision Blizzard)

Seja qual for o item escolhido, você vai ver que ele passa a ser exibido no meio da tela. Novamente, o processo de inserção de preços muda de acordo com o tipo de objeto. Porém, o limite máximo para o valor da venda continua o mesmo para ambos, chegando a até $250 (R$ 500).

Equipamentos

Se o objeto selecionado para o leilão for um equipamento, seja uma arma ou armadura, o jogador terá como determinar tanto um valor para o lance mínimo quanto um preço de arremate – em que alguém compra o objeto imediatamente –, se desejar.

Itens “empilháveis”

Já para os objetos que podem ser vendidos em quantidade, a Casa de Leilões não permite que seja adicionado um lance mínimo. Só é possível adicionar um valor de arremate para as peças – e apenas para todas elas de uma vez, já que o sistema agrupa os itens como um só.

Selecionando valores

Com os itens selecionados e os valores definidos, você já está quase pronto para iniciar a venda. Mas antes de clicar no botão “Criar leilão”, certifique-se de que a moeda utilizada por você está como Dinheiro Real (ou “BRL”). Se não estiver, basta clicar no botão “Ouro/BRL” para inverter os dois valores.

(Fonte da imagem: Divulgação/Activision Blizzard)

Por fim, tudo o que resta a ser feito é selecionar a opção “Saldo Battle.net” (1) no menu suspenso e finalmente clicar no “Criar leilão” (2). Ao fazer isso, seu item vai ser automaticamente removido de seu inventário e colocado à venda. Você pode ter um total de 10 leilões ativos em cada “Casa de Leilões”; então, se quiser negociar mais algum objeto, é só repetir o processo acima.

(Fonte da imagem: Divulgação/Activision Blizzard)

Checando resultados

Depois de tanto trabalho, você ainda precisa checar se o seu item foi vendido ou não. Para isso, basta acessar a aba “Completada” e ver os registros das negociações. É por aqui também que você pode resgatar um objeto que não foi leiloado com sucesso, selecionando-o na lista e clicando no botão “Enviar para o baú”.

Ampliar (Fonte da imagem: Divulgação/Activision Blizzard)

Divisão de lucros

Está bem, você conseguiu fazer algumas vendas. Mas por que o valor recebido está menor que o colocado no leilão? O motivo disso é simples: uma série de descontos é feita sobre cada negociação completada.

Primeiro, temos as taxas da própria produtora, que cobra R$ 1,80 para cada equipamento vendido. Já para o caso de itens “empilháveis”, como pedras preciosas e outros materiais, ou mesmo para pagamentos feitos através de transferências, o valor muda para 15% da venda total.

Outros impostos também podem ser adicionados aos descontos, de acordo com a área onde você vive e a política de compra digital utilizada pela região. Por isso, você vai precisar checar os regulamentos locais se quiser saber com total certeza sobre as cobranças.

(Fonte da imagem: Divulgação/Activision Blizzard)

Dicas

Criar um leilão em Diablo III é uma tarefa fácil – já ter bons lucros com suas vendas é algo bem mais difícil. Isso porque o game está cheio de outras pessoas vendendo itens tão poderosos ou até melhores que aqueles que você possui. Mas algumas dicas podem ser bastante úteis para aumentar as chances de lucro.

Sorte é tudo

É claro que, em um game em que equipamentos aparecem de forma aleatória, tudo se resume a uma questão de sorte. Entretanto, sempre é possível aumentar suas chances, fazendo com que seus personagens tenham itens que ajudem a aumentar esse atributo.

Quanto mais difícil, melhor

Embora caçar monstros fracos seja fácil, apenas nos níveis de maior profundidade é que você vai encontrar os inimigos que guardam as melhores armas. Sim, eles são mais difíceis de derrotar, mas isso também quer dizer que os prêmios deixados por eles serão valiosos no mercado do game.

(Fonte da imagem: Divulgação/Activision Blizzard)

Seja paciente

Vamos dizer que, hipoteticamente, você achou a arma mais poderosa do jogo e que, por algum motivo, quer vendê-la na Casa de Leilões. Obviamente, ela pode muito bem estar disponível pelo preço máximo. Mas então por que você não está conseguindo ninguém que queira comprá-la?

O motivo para isso é simples: não são muitos os que estão dispostos a gastar 500 reais na compra de um item de um game. E, além disso, vários outros jogadores também podem estar vendendo o mesmo equipamento por um valor menor.

Mas se mesmo assim você tem certeza de que a arma realmente vale tudo isso, basta continuar fazendo novos leilões e esperar. Em algum momento, uma pessoa interessada vai acabar se interessando.

Fonte: Battle.net

Cupons de desconto TecMundo: