Os painéis da Comic Con Experience 2015 estão mais numerosos, mais generosos e com convidados quentíssimos da indústria de entretenimento. Um deles é Chris Taylor, autor do livro “Como Star Wars Conquistou o Universo: O Passado, O Presente e O Futuro da Franquia Multibilionária”. Nós estivemos ali, pertinho de tudo, e registramos as sábias palavras que o escritor proferiu sobre o universo criado por George Lucas - que já faturou muito no cofrinho, hoje pertencente à Disney.

Junto ao tradutor de suas obras, Andre Gordirro, o autor falou sobre sua paixão pela série, o apreço a Lucas e as inspirações necessárias para escrever dos best-sellers atualmente mais badalados do planeta.

“Os personagens são muito cativantes, o mundo que George Lucas criou é enorme. É preciso buscar a fonte das coisas, há praticamente uma enciclopédia criada aqui. E a paixão é essencial nesse processo”, declarou Taylor.

Chris Taylor, ao centro, dá os seus pitacos sobre a riqueza do universo de Star Wars

A melhor leitura que há sobre Star Wars

O tradutor, que é fã de carteirinha e, com 20 anos de estrada, se proclama um especialista em Star Wars, endossou a obra do autor e garantiu que ele é responsável pela melhor leitura que há de Star Wars. “O livro dele é o melhor de todos os [baseados em] Star Wars.

É primoroso em jornalismo cinematográfico, ele busca a fonte das coisas, há muitas curiosidades e datas que só ele coloca. É a obra mais rica que há, e digo isso como alguém que escreve sobre conteúdos geek há mais de 20 anos e tem especialidade em Star Wars”, elogiou Gordirro.

US$ 42 bilhões. Star Wars: uma religião?

De acordo com o próprio autor do livro, a franquia Star Wars já arrecadou, ao longo da história, US$ 42 bilhões. Ele disse que muitas pessoas tornam a franquia uma “religião”, mas opinou que isso não deve ser feito.

O tradutor Andre Gordirro, à direita, conversa em tom descontraído sobre seu fascínio por Star Wars e revela curiosidades interessantíssimas

“Não torne [Star Wars] uma religião. Aprecie o conjunto. Fazer um novo Star Wars é diferente de qualquer outra coisa. A trilogia original representa exatamente aquilo que George Lucas sempre quis. (...)  Na primeira trilogia, ele não teve o orçamento para entupir de coisas, de monstros, de armas e efeitos. A trilogia recente é exatamente o que ele quis porque agora existem mais recursos. Lucas sempre foi visionário e queria algo que sabia que não estava no seu tempo”, revelou Taylor.

O próximo filme da franquia, “Star Wars Episódio VII: O Despertar da Força”, é aguardado para o dia 17 deste mês nos cinemas do mundo inteiro.

Você imaginava que Star Wars arrecadou US$ 42 bilhões ao longo da história? Comente no Fórum do TecMundo.

Cupons de desconto TecMundo: