Os juros altos provocados pelo aumento da taxa Selic no último ano estão mudando a forma do brasileiro pagar suas compras online. Cerca de 40% dos compradores optaram, no primeiro semestre deste ano, pelo pagamento à vista.

Outros 14,6% preferiram o parcelamento em três vezes. Essa mudança de comportamento do consumidor online se deve, principalmente, à redução dos prazos elásticos para parcelamento sem juros oferecidos pelas lojas virtuais. Além disso, com o aumento do desemprego, os internautas estão evitando dívidas de longo prazo.

“A crise não conseguiu impedir a continuidade do crescimento do e-commerce no Brasil, porém já influencia na forma de pagamento online, pois 39,6% dos brasileiros optam pelo pagamento à vista a fim de fugir dos juros cada vez mais elevados das compras parceladas e evitar dívidas de longo prazo”, explica Gerson Rolim, diretor de Comunicação e Marketing da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico e consultor do Comitê de Meios de Pagamentos Online.

O e-commerce no Brasil deve crescer 15% em 2015 e atingir um faturamento de R$ 41,2 bilhões – taxa de crescimento duas vezes maior que o varejo tradicional. Os dados fazem parte da 32ª edição do Webshoppers, relatório realizado pela E-bit com o apoio da camara-e.net.

Cupons de desconto TecMundo: