Uma análise do departamento de pesquisas em segurança do Baidu apontou que as tentativas de golpes online crescem 74% no dia da Black Friday nos países em que esta data é uma tradição para o comércio eletrônico. De acordo com o estudo, o maior volume de compras online nesta data motiva crackers a explorar vulnerabilidades identificadas em navegadores e lojas online para furtar dados de consumidores, como seus números de cartão de crédito, login e senha de email, por exemplo.

Nesta data, demonstra a análise, os usuários se mostram menos criteriosos para digitar seus dados financeiros em sites da web, motivados por ofertas com níveis de desconto acima do normal. O estudo afirma, ainda, que a maior parte dos golpes é aplicada a partir de plugins maliciosos que se instalam nos navegadores ou golpes do tipo “phishing”, em que o usuário recebe um email de uma loja supostamente confiável, mas que, na verdade, o direciona para um endereço falso e coleta dados para serem utilizados em fraudes online.

Entre as atitudes que diminuem a chance de o usuário cair em golpes online, estão manter o sistema operacional sempre atualizado, o navegador web com a versão mais recente instalada e utilizar, sempre, um software antivírus ativo em seu computador. Para proteger seus usuários, o Baidu Antivírus criou uma funcionalidade específica para proteger os consumidores de e-commerce.

Além de identificar sites falsos que tentam furtar dados de usuários (baseado no conceito de black list), o antivírus é capaz de bloquear plugins maliciosos, códigos do tipo keylogger (que espionam o que é digitado no teclado do usuários) e até mesmo verificar a veracidade de um DNS.

Cupons de desconto TecMundo: