A expressão “negócio da China”, que diz respeito a uma negociação vantajosa, nem sempre está correta. Pelo menos, não no caso ocorrido com o chinês Xue, que, ao avaliar negativamente uma loja depois de fazer uma encomenda online, sofreu diversas ameaças do lojista. A mais macabra de todas? Recebeu em casa um saco para cadáveres.

Xue fez a compra de um par de sapatos na loja Quanzhou, que possui um perfil no site de compras chinês Taobao.com. Descontente com a demora na entrega do produto e também com a sua qualidade, o cliente resolveu anotar uma avaliação negativa para a transação. O que ele não esperava é que fosse receber mais de 80 ligações de um número que precisou ser bloqueado para que o incômodo parasse.

Pouco tempo depois, no dia 30 de agosto, Xue recebeu um pacote contendo um saco usado para guardar corpos, encomendado de forma anônima através do próprio Taobao.com. Mais tarde, o consumidor descobriu que tanto o número de telefone como a encomenda estavam vinculados à loja Quanzhou.

O lojista tentou ainda agendar a entrega de uma geladeira à casa de Xue, deixando instruções para que o cliente pagasse no ato do recebimento. O setor de atendimento do Taobao recomendou que Xue guardasse as provas do assédio e procurasse a polícia se fosse necessário.

Via Em Resumo

Cupons de desconto TecMundo: