Jen Palmer em entrevista à KUTV (Fonte da imagem: Reprodução/Yahoo! News)

Já imaginou reclamar de um site na internet e levar uma multa por isso? Pois foi exatamente o que aconteceu com um casal que mora em Utah, nos Estados Unidos. Após publicarem um comentário negativo sobre o site de comércio eletrônico Klear Gear, eles receberam uma multa de 3,5 mil dólares (cerca de 8 mil reais).

E mais: o nome do marido foi incluído no serviço de proteção ao crédito do país, porque eles decidiram não pagar o valor. Isso obviamente acarretou problemas para os dois, já que não conseguem empréstimo para comprar um carro novo e nem consertar a caldeira da casa.

A avaliação negativa

A história começou no Natal de 2008, quando o marido de Jen Palmer decidiu comprar alguns presentes para ela. Entretanto, os produtos demoraram mais de 30 dias para chegar e eles resolveram cancelar a transação feita através do PayPal.

Em seguida, Jen tentou entrar em contato com a empresa via telefone, mas sem sucesso. Dessa forma, ela decidiu publicar uma crítica no site Rip off Report, especializado em críticas de consumidores, afirmando ser impossível fazer contato com um ser humano e alegando que o site tinha péssimas práticas para lidar com seus clientes.

O fim que não chegou

O casal acreditou que a história já tinha chegado ao fim. Porém, o marido de Jen recebeu um email exigindo a exclusão da crítica, três anos depois do ocorrido. Caso contrário, eles receberiam a multa de US$ 3,5 mil.

De acordo com a KUTV, emissora filiada à rede CBS, a medida foi tomada com base nos termos de uso do site, que estabeleciam o pagamento nesse valor caso o usuário tomasse qualquer atitude que tivesse impacto negativo no serviço.

Jen afirmou ter ficado apavorada com a mensagem. Para remover o comentário negativo, o site Rip off Report cobraria US$ 2 mil (cerca de R$ 4,5 mil reais). Entretanto, ela não pagou o valor e contestou o valor da multa junto as instituições de crédito – sem sucesso até o momento. 

Cupons de desconto TecMundo: