Dados armazenados localmente estão morrendo e isso não a novidade. Agora, a Cisco está trazendo um dado interessante: até 2020, o tráfego da nuvem deve sofrer um aumento de 3,7 vezes — de 3,9 zetabytes (ZB) — ao ano em 2015 para 14,1 ZB.

Os dados foram apresentados durante a sexta edição anual do Cisco® Global Cloud Index (2015-2020), realizada em San Jose, nos Estados Unidos. Segundo a análise, "esse rápido crescimento é atribuído ao aumento da migração para arquiteturas de nuvem por conta da capacidade de se expandir rápida e eficientemente e suportar mais cargas de trabalho do que os datacenters tradicionais", comentou a empresa.

Outros dados da Cisco Global Cloud Index mostram que a nuvem dominará e vai superar o crescimento dos tradicionais datacenters até 2020, quando 92% da carga de trabalho será processada por datacenter de nuvem e 8% por datacenters tradicionais.

Ainda, até 2020, 68% (298 milhões) da carga de trabalho de nuvem estará em datacenters de nuvem pública, em comparação aos 49% (66,3 milhões) em 2015 (35% de taxa composta de crescimento anual entre 2015-2020).

A Cisco também trouxe dados interessantes como:

  • IoT (Internet das Coisas) e Big Data vão impulsionar o mercado. 
  • IoT atingirá 600 ZB por ano até 2020, 275 vezes maior que o tráfego projetado entre os datacenters e dispositivos/usuários finais (2,2 ZB)
  • Big Data vai impulsionar o crescimento geral de dados armazenados. Dados armazenados em datacenters vão quintuplicar até 2020, atingindo 915 EB até 2020
  • Datacenters hyperscale devem crescer de 259, em 2015, para 485 até 2020. Essas infraestruturas serão responsáveis por 47% dos servidores instalados nos datacenters e vão suportar 53% de todo o tráfego de datacenters até 2020
  • 60% dos datacenters hyperscale devem implantar soluções SDN/NFV

Até 2020

  • 44% do tráfego dentro dos datacenters serão suportados por plataformas SDN/NFV (no patamar de 23% em 2015)
  • 59% dos consumidores de internet (2,3 bilhões de usuários) usarão recursos de armazenamento pessoal na nuvem, a partir dos 47% (1,3 bilhão de usuários) em 2015
  • O tráfego gerado por armazenamento na nuvem por consumidor será de 1,7 GB por mês versus 513 MB por mês em 2015
  • A capacidade instalada de armazenamento dos datacenters crescerá de 382 EB em 2015 para 1,8 ZB, um incremento de quase cinco vezes
  • A capacidade total instalada de armazenamento dos datacenters de nuvem será responsável por 88% do armazenamento total dos datacenters, em comparação aos 64,9% em 2015

Cupons de desconto TecMundo: