As polêmicas com o novo Quarteto Fantástico continuam. Depois de todos os problemas nos bastidores durante o período de filmagens, o longa-metragem do diretor Josh Trank parece seguir amaldiçoado na pós-produção.

O site britânico Final Reel afirma ter a confirmação de que o estúdio Fox cancelou os planos de conversão digital do filme em cópias 3D, o que significa que Quarteto Fantástico só será exibido nos cinemas no tradicional 2D.

O que é curioso é que a companhia chegou a divulgar a exibição do filme em salas 3D, mas teria removido essa informação de todas as suas peças promocionais. Questionada pela Final Reel, a Fox teria respondido ao site com uma declaração do diretor Josh Trank, dizendo que queria "a reprodução mais pura possível de Quarteto Fantástico para o público, o que significa em 2D, assim como nós filmamos".

Problemas de longa data

A resposta alimenta ainda mais os rumores sobre os conflitos dos produtores e do estúdio com o diretor do filme. Relatos dos bastidores dizem que Trank era muito indeciso e inseguro na direção, preocupando os investidores.

No começo deste ano, a companhia exigiu regravações de algumas sequências (as más-línguas dizem que sem a presença de Trank). Essas filmagens adicionais aumentaram o orçamento da produção, o que pode ter levado o estúdio a cancelar a (cara) conversão em 3D.

Será que o filme não vale mais o investimento do estúdio ou será que realmente merece ser visto de "forma pura" como pede o diretor? Seja como for, o longa deve perder um pouco do atrativo para o grande público, e sair prejudicado na bilheteria sem as cópias 3D.

O que você acha: foi uma decisão autoral ou financeira que teria motivado essa opção por cancelar as cópias 3D de Quarteto Fantástico

Cupons de desconto TecMundo: