Material para criar a arma já existe. (Fonte da imagem: Reprodução/UOL Cinema)

Aquela história de que os filmes de ficção científica realmente inspiram pesquisadores e praticamente preveem as próximas invenções tecnológicas não para de ser comprovada repetidamente. Dessa vez, a “tecnologia” que saiu das telonas e está criando seu caminho pelo mundo real é a do sabre de luz, as armas icônicas da série cinematográfica Star Wars.

Não temos ainda uma verdadeira espada de energia capaz de cortar qualquer coisa como nos filmes, mas o material do qual elas poderiam ser feitas já foi “descoberto”, se é que podemos usar esse termo. Na verdade, pesquisadores da Universidade de Harvard e do MIT conseguiram fazer fótons interagirem entre si e permanecerem ligados em cadeia, criando um novo tipo de matéria.

Ou seja, estamos falando de um material feito de luz, ou do mais próximo que se pode chegar disso. Os fótons, naturalmente, são partículas bastante voláteis e que, até agora, nunca mostraram qualquer sinal de que poderiam interagir entre si, formando qualquer coisa.

Para conseguir o feito, os pesquisadores criaram um procedimento que usa uma câmara a vácuo super-resfriada onde os fótons foram posicionados. Nesse ambiente, eles conseguiram forçar a ligação.

Até o momento, esse material não serve para fabricar sabres de luz ou qualquer coisa do tipo, mas os pesquisadores afirmam que ele pode ser usado na computação quântica, criando circuitos de uma forma completamente diferente.

Cupons de desconto TecMundo: