Steve Carell explica o processo de animação 3D de "Meu Malvado Favorito 2"

1 min de leitura
Imagem de: Steve Carell explica o processo de animação 3D de "Meu Malvado Favorito 2"
Avatar do autor

Animações fazem muito sucesso no cinema. As histórias são normalmente muito engraçadas, criativas e conseguem divertir espectadores de todas as idades. Agora, imagine se você fosse uma das pessoas por trás da produção daquele filme que está vendo nas telonas. Você teria a mesma visão, apenas “apreciativa”, da obra? Para dar uma ideia de como isso poderia ser, Steve Carell mostra aos fãs de “Meu Malvado Favorito” como está sendo feito o segundo filme da trama.

Ele comenta sobre como tudo começa nos computadores e nas pranchetas de quem desenha os primeiros rascunhos do filme, passando pelo processo de animação dos movimentos e expressões e finalizando com as dificuldades que foram encontradas para se produzir uma “boa água de mentira”. Ele explica que fazer água de verdade é de fato mais fácil que produzir o elemento fundamental à nossa vida em uma animação 3D.

Por fim, o ator lamenta a morte de três computadores da produção do filme. Segundo ele, o trabalho em produzir essa água, além da guerra de gelatina, foi tão duro que as máquinas não puderam segurar as pontas.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Steve Carell explica o processo de animação 3D de "Meu Malvado Favorito 2"