(Fonte da imagem: Divulgação/Disney)

Embora o filme estreie no Brasil somente em julho, “Valente” marca o início do uso de uma nova tecnologia no cinema. O longa-metragem animado da Pixar chegou às salas norte-americanas neste final de semana como o primeiro filme a usar o Atmos, a nova arma da Dolby para trazer qualidade sonora às produções.

De acordo com o site Spectrum IEEE, o desempenho oferecido é incrivelmente superior ao 7.1 utilizado nas exibições de "Toy Story 3" em 2010. Também pudera, já que ele permite a utilização de 128 elementos de sons em 64 alto-falantes.

De acordo com o responsável pela mixagem de som da animação, Will Files, o Atmos é a tecnologia ideal para fazer com que o público sinta determinadas sensações. Segundo ele, como não é possível passar calor ou frio pela imagem, cabe ao áudio oferecer algo que gere uma experiência semelhante. Desse modo, essa nova qualidade oferecida pela Dolby se assemelha muito à ideia de resolução de imagem: quanto mais pontos existirem na sala, mais naturais serão os barulhos.

No entanto, não são todas as salas de cinema que possuem uma estrutura capaz de reproduzir essa qualidade. Para se ter uma ideia, nos Estados Unidos e Canadá existem apenas 15 cinemas que possuem equipamentos bons o suficiente para fazer com que o Atmos funcione perfeitamente.

Fonte: Spectrum IEEE

Cupons de desconto TecMundo: