Depois da recepção problemática de Batman vs Superman: A Origem da Justiça no começo do ano, que – na melhor das hipóteses – dividiu a opinião dos fãs e foi massacrado pela crítica, a responsabilidade aumentou para Esquadrão Suicida em salvar o Universo Cinemático da DC.

Parece, no entanto, que esta não é a solução dos problemas que o estúdio e os fãs estavam esperando. Para a nossa surpresa, Esquadrão Suicida não está recebendo as melhores críticas pela impressa estrangeira.

No momento da escritura deste texto, o filme registrava apenas 36% de “aprovação” no Rotten Tomatoes e 48/100 no Metacritic – sites que agregam as notas da crítica nas mais diversas publicações.

Em comum, os textos comentam que o roteiro e a história são fracos e mal desenvolvidos, que a produção é pouco inventiva em sua proposta de reinventar a fórmula de filmes baseados em quadrinhos – e encontramos comentários de que o Coringa aparece menos do que o esperado, e que a interpretação de Jared Leto pode não agradar a todos e ser motivo de muito debate!

Abaixo, selecionamos alguns desses comentários da crítica estrangeira que serve como referência para você ver o que está se falando sobre o longa da DC.

  • Críticas:

Uma produção confusa que nunca se torna tão legal quanto ela acha que é, Esquadrão Suicida reúne um elenco estelar de supervilões e depois não sabe o que fazer com eles”. (Todd McCarthy, do The Hollywood Reporter).

Para a DC, que tropeçou com Batman vs Superman no começou do ano, Esquadrão Suicida é um pequeno passo pra frente. Mas poderia ter sido um grande salto”. (Chris Nashawaty, da Entertainment Weekly)

O roteiro é ruim; a história não é satisfatória; os flashbacks vêm e vão, explicando coisas demais e às vezes de menos; e a ação pode ser violenta, mas não é interessante” (Michael Phillips, da Chicago Tribune).

Esquadrão Suicida não tem coragem de manter suas convicções. Na melhor das hipóteses, Ayer empresta alguma iconografia pop pré-existente e nos cobra o valor do ingresso para uma exibição. Esqueça o slogan ‘Os piores heróis da história’ – esses caras nem sabem como ser do mal” (David Ehrlich, da indieWIRE).

A entrada de Harley Quinn é o melhor momento de Esquadrão Suicida. Depois disso, você pode sair. Robbie é uma atriz criminosamente atraente, agradável em quase todos os sentidos, mas fora essa introdução inicial, Esquadrão Suicida não serve muito bem para ela. O filme não serve bem para ninguém, muito menos para a audiência” (Stephanie Zacharek, da Time).

No papel, este pode ter sido o antídoto para a fórmula exaurida de filmes baseados em quadrinhos, mas no final, é apenas outra versão do mesmo” (Peter Debruge, da Variety).

Esquadrão Suicida não é um filme completamente ruim, e comparado com seu antecessor, Batman vs Superman, este ainda tem alguma luz de coerência. Mas Esquadrão Suicida não é um filme muito bom também, é uma produção medíocre com ideias banais sobre rebeldia e salvação” (Rodrigo Perez, da The Playlist).

Esquadrão Suicida tem seus momentos de beleza visual inspirados em quadrinhos; mas que são apenas indícios de um filme melhor que nunca se materializou” (Richard Roeper, da Chicago Sun-Times).

Começa bem, mas acaba ficando sem graça. Este ‘Liga da Injustiça’ prova que a DC ainda está muito atrás da Marvel nos cinemas” (Jamie Graham, da Total Film).

Esquadrão Suicida não é o filme de super-heróis dos quadrinhos mais dark já feito, nem mesmo é o mais filme em live-action mais dark com o Batman. No entanto, é divertidamente niilista, e com uma abordagem diferente para o que se tornou uma fórmula muito familiarizada e desgastada neste momento, que chega a um ponto em que parece que os filmes de super-heróis precisam evoluir ou então morrer” (Drew McWeeny, do Hitfix).

Comparado a sua laia, Esquadrão Suicida é um dedo médio orgulhosamente erguido para a fórmula de filmes de super-heróis dos quadrinhos” (Brian Truitt, do USA Today).

Esquadrão Suicida é o raro filme de super-heróis que eu realmente fiquei imaginando sobrea vida particular dos personagens” (Bilge Ebiri, do Village Voice).

Desculpe, mas quando se trata de filmes sobre grupo de super-heróis, os Guardiões e os Vingadores ainda são os coringas do baralho” (Stephen Whitty, da Newark Star-Ledger).

Mal conseguem colocar todos os personagens em um cartaz, muito menos em um filme” (Alonso Duralde, do The Wrap).

E aí, animados para assistir Esquadrão Suicida nos cinemas?

Via Minha Série.

Cupons de desconto TecMundo: