Pesquisadores da Universidade de Tóquio conseguiram desenvolver um aparelho fotográfico capaz de registrar imagens a um trilhão de frames por segundo – e você aí se exibindo com uma filmadora que só trabalha com 60 fps.

Em um longo estudo científico publicado na internet, Keiichi Nakagawa (diretor do projeto) afirmou que o dispositivo será de grande importância “para o estudo de uma grande variedade de fenômenos ultrarrápidos que até então nunca foram explorados”. Ou seja: os nipônicos pretendem usar o equipamento para observar o movimento de átomos e suas reações em diversas situações.

A câmera foi batizada como Sequentially Timed All-optical Mapping Photography (STAMP) e seu protótipo tem uma aparência no mínimo bizarra, como você pode conferir no topo desta notícia. É pouco provável que um aparato desses aterrisse tão cedo no mercado convencional, mas não deixa de ser uma curiosidade bem bacana.

Cupons de desconto TecMundo: