As próteses têm melhorado significativamente nos últimos anos, permitindo que pessoas com deficiências dos mais variados tipos consigam melhorar sua qualidade de vida.

Um bom exemplo desses avanços é o olho biônico Argus II implantado em Larry Hester, um homem que estava completamente cego há mais de 33 anos devido a um problema crônico de degeneração da retina.

O procedimento médico envolveu o implante de 60 eléctrodos que apontam para o nervo ótico do paciente. O aparelho permite que Larry consiga distinguir áreas claras de escuras, mas ele é considerando ainda legalmente cego, já que é difícil a distinção de objetos.

Apesar do estado embrionário do projeto, os pesquisadores do Centro do Olho da Universidade de Duke e a Scond Sight Medical Products, nos Estados Unidos, estão otimistas com a prótese, que ainda tem muito potencial para receber melhorias.

Cupons de desconto TecMundo: