Um novo alento para quem usa cadeiras de rodas vem lá do extremo oriente. Um exoesqueleto capaz de suportar o peso de uma pessoa foi desenvolvido para servir de pernas biônicas a quem perdeu o movimento das pernas.

Rex, o exoesqueleto robótico é produto de sete anos de trabalho da companhia Rex Bionics, localizada na cidade de Auckland, Nova Zelândia. O equipamento se parece com uma armadura futurista e permite ao usuário a realizar tarefas simples como caminhar e subir escadas.

Controle os pés com as mãos

A perna biônica mantém o usuário em pé e ele pode se movimentar utilizando um controle semelhante a controles de video game, localizado em um dos apoios para os braços. Assim é possível. O equipamento pode ser “dobrado” para se tornar semelhante a uma cadeira, facilitando a mudança de local do cadeirante.

Para evitar acidentes, tiras de segurança são atadas, evitando com que o usuário escorregue. Seus pés também são engatados na perna biônica, garantindo que o cadeirante não tenha nenhum problema enquanto se locomove usando o exoesqueleto.

Os desenvolvedores do projeto salientam que a Rex não é uma alternativa a cadeira de rodas, mas, um complemento. Não é nada prático substituir o uso de um equipamento por outro, porém, eles podem trabalhar em conjunto, trazendo mais conforto e mobilidade a uma pessoa já desesperançada quanto a voltar a andar.

O primeiro usuário da perna biônica, Hayden Allen, um mecânico, afirma que além de andar e subir escadas, a Rex permitiu a ele voltar a caminhar por sua oficina e também a olhar no olhos das pessoas outra vez.

A Rex serve para uso individual, pesa 38 KG e é alimentada por uma bateria leve, recarregável e de longa duração. Seu preço é bastante salgado: US$ 150 mil (algo em torno 265 mil reais). Ela será lançada para venda na Nova Zelândia ainda no ano de 2010.

Cupons de desconto TecMundo: