(Fonte da imagem: Divulgação/Fraunhofer Institute)

Um grupo de cientistas está estudando formas de usar descargas elétricas poderosas para reciclar os componentes que formam o concreto. Usando cargas intensas de energia, eles conseguem fazer com que pedregulhos sejam quebrados até seus componentes mais básicos, eliminando o impacto ambiental causado pelos processos de reciclagem atuais.

A esperança dos pesquisadores é permitir que os materiais sejam reaproveitados na íntegra, o que significa que um novo edifício poderá ser construído usando somente a matéria-prima presente em outro que acaba de ser demolido. O grande problema do concreto é o fato de que ele causa uma grande emissão de CO2 durante sua fase de fabricação, só podendo ser reaproveitado de maneira parcial — quando o material é triturado, ele é famoso por criar uma poeira bastante nociva aos pulmões.

Resolvendo um problema grave

A equipe do Grupo de Tecnologia em Concreto do Instituto Fraunhofer espera que o novo método seja capaz de resolver um problema que atinge todos os cantos do planeta. O novo sistema desenvolvido por eles utiliza um processo conhecido como fragmentação eletrodinâmica, capaz de mudar a resistência de materiais e fazer com que eles voltem às suas formas originais.

Atualmente, os pesquisadores conseguem processar cerca de uma tonelada de concreto por hora em sua planta de fragmentação. O próximo passo do projeto é aumentar essa capacidade, além de procurar métodos para a criação de cimento a partir de detritos — caso ambos os objetivos sejam cumpridos, eles podem significar o desenvolvimento de uma indústria de construção mais limpa e econômica, já que custos de produção poderiam ser cortados de forma substancial com o reaproveitamento de materiais já existentes.

Fonte: Franhoufer Institute

Cupons de desconto TecMundo: