(Fonte da imagem: Reprodução/Engadget)

Sabe quando você vai ao médico e precisa explicar os seus problemas e as doenças tratadas anteriormente? Pois isso pode estar prestes a mudar. Pesquisadores do Colégio de Dartmouth criaram um dispositivo que consegue identificar o corpo de cada pessoa. Para que isso seja possível, o paciente simplesmente deve usar um bracelete.

Assim que a pessoa vestir o “acessório”, uma corrente elétrica é transmitida pelo corpo dela. A eletricidade consegue analisar as medidas e composições do indivíduo, resultando em um exame chamado de Bioimpedância. Como não existem dois corpos iguais, é possível usar esses dados como biometria — que é o conjunto das características físicas de alguém.

Com isso, é traçado um perfil único da pessoa — que é guardado em arquivos criptografados. Quando o paciente usa o dispositivo em outra ocasião, o software reconhece os padrões do corpo com as informações salvas e é possível acessar o histórico.

Mas ainda não é perfeito

Apesar de ser um grande avanço, o projeto ainda está em fase de desenvolvimento, pois ele tem uma margem de acerto nas identificações entre 80 e 90%. Dessa forma, o uso de métodos convencionais, como senhas e impressões digitais, se tornará mais eficiente.

Fonte: Technology Review

Cupons de desconto TecMundo: