Tecido usa nanotubos de carbono para transformar eletricidade em calor. (Fonte da imagem: Reprodução/YouTube)

A fabricante japonesa Kuraray Living, em parceria com a Hokkaido University, desenvolveu um tipo de tecido capaz de gerar calor ao ser eletricamente estimulado. Composto por tecnologias convencionais de fibras de poliéster e nanotubos de carbono, o material poderá ser utilizado na confecção de roupas e cobertores que se aquecem.

Em entrevista ao DigInfo, Masao Toriu, presidente da Kuraray Living, revelou alguns detalhes do novo tecido. Ele explica que os nanotubos de carbono são adicionados nas fibras, formando uma rede imperceptível de um material que gera calor quando está em contato com energia elétrica.

Isso tudo permite o desenvolvimento de um tecido leve, manipulável e macio, que pode ainda ser lavado normalmente. Como ele faz uso de têxteis, a superfície toda do tecido se torna aquecida, sem nenhum prejuízo. “Cada fibra que compõe o tecido dispõe de uma pequena quantidade de calor, e, em conjunto, todas formam um objeto de grande calor e irradiação”, relata Toriu.

Em desenvolvimento desde 2007, o tecido aquecido a partir de nanotubos de carbono passa por testes diversos na universidade japonesa, e seus desenvolvedores esperam que ele esteja pronto para lançamento a partir de 2013. Quando concluído, o material poderá ser usado na confecção de travesseiros, carpetes e até revestimentos para bancos de carros, tudo energizado via USB.

Cupons de desconto TecMundo: