Muita gente não sabe, mas os nossos dedos médios tendem a ser um pouco mais lentos que os seus outros companheiros de mão na hora de receber um estímulo de movimento vindo do cérebro.

E pelo que indica um recente estudo realizado pela RUB (Ruhr-University Bochum), não se trata de um detalhe anatômico. Na verdade, tudo parece ser um problema entre vizinhos. Isso porque os médios ficam exatamente no meio das mãos e contam com outros dois dedos de cada lado – os quais respondem mais rapidamente a qualquer estímulo. E por que isso acontece?

Tudo começa em nossa cabeça. Cada parte do corpo conta com uma área própria dentro do cérebro, uma espécie de mapeamento geral do organismo. Assim, por meio de alguns simples testes monitorados, a equipe de pesquisadores conseguiu identificar quais grupos de células nervosas são responsáveis por cada dedo – e como tudo isso trabalha.

O teste funcionou da seguinte maneira: um computador mostrava uma imagem dos dez dedos de ambas as mãos; sempre que algum era marcado na tela, a pessoa deveria utilizá-lo para realizar uma determinada tarefa, como clicar em uma tecla específica, por exemplo – sempre fazendo isso o mais rápido possível.

O acompanhamento de tudo foi feito por um esquema modelado para o estudo de grandes redes neurais. Assim, foi criado uma espécie de mapa topográfico semelhante à distribuição das áreas dentro do cérebro.

Dessa forma, como os dedos adjacentes nas mãos também são distribuídos dessa maneira no mapa neural eles também foram reproduzidos dessa mesma maneira no modelo computadorizado.

Pois bem, apesar de se encontrarem de forma separada em áreas dentro do cérebro (aquele mapeamento citado anteriormente), todas as células nervosas trabalham interagindo entre si, sempre por meio de excitação ou inibição mútua.

Sabendo disso, foi possível visualizar dentro das simulações no computador que o tempo de reação do dedo médio em uma tarefa de múltipla escolha era maior pelo simples fato de que ele está dentro do intervalo de inibição dos outros dedos adjacentes.

Em contrapartida, o seu dedo mínimo e o polegar, ambos nos “cantos” da sua mão, apresentam respostas muito mais ágeis porque só recebem a própria força inibitória, sem que outros interfiram nesse processo. 

Cupons de desconto TecMundo: