Descoberta da cura da AIDS, possíveis tratamentos para o câncer ou a origem do universo. A classe científica é incessante na busca de uma resposta para todos esses enigmas. Entretanto, nem todos os pesquisadores se dedicam a temas tão nobres, o que não significa dizer que a pesquisa deles é menos importante.

Todos os dias aqui no Tecmundo você confere uma série de novidades do mundo da ciência. Algumas, extremamente relevantes, acabam servindo como base para novos produtos e impactam diretamente na vida dos cidadãos. Outras, contudo, acabam ganhando muito mais repercussão pelo fato de serem curiosas e, em alguns casos, chegam até a ter o seu propósito questionado.

A revista Discover fez uma seleção de algumas pesquisas de relevância duvidosa que estão em andamento pelo mundo.  Vale a pena conferir alguns dos estudos.

Capa química de invisibilidade para mosquitos

(Fonte da imagem: Coxixo)

Manter os mosquitos longe das suas noites de sono é um desejo comum à maioria da população, certo? Assim, qualquer inseticida ou técnica que colabore para eliminá-los de uma vez por todas sempre é bem-vinda. No entanto, existem pesquisadores andando na contramão do processo.

O entomologista Anandasankar Ray, juntamente com alguns colegas da Universidade da Califórnia, está empenhado em desenvolver sprays menos nocivos para os insetos. A ideia é que os inseticidas criem uma espécie de capa química invisível e impeça-os de se aproximar de uma determinada área.

Ou seja, os mosquitos continuariam vivos nas redondezas, mas ainda assim você ficaria livre deles. O projeto busca investimentos, mas até o presente momento ainda não conseguiu levantar capital suficiente para ser produzido em escala comercial.

Caravanas Wi-Fi

Um dos maiores problemas nas grandes cidades é o trânsito. O espaço permanece o mesmo, mas o número de carros circulando nas rodovias cresce a cada ano. Transporte público de qualidade é uma das soluções, mas muitos não abrem mão do conforto de estar em seu próprio veículo.

A Volvo está testando na Suécia uma solução que pode não diminuir o número de veículos nas ruas, mas promete deixar os condutores mais satisfeitos durante o trajeto. A ideia é criar uma espécie de via rápida em que os carros seriam comandados por apenas um veículo. A proposta é que o carro-líder transmita os mesmo comandos para os demais, via Wi-Fi.

Com isso, quando o primeiro carro tem os freios acionados, por exemplo, os demais também seguem a mesma ação, mantendo-se a distância e a velocidade padrão entre eles. O funcionamento seria uma espécie de pace car das ruas e avenidas.

Leitura da mente para seleção de informação

Todos os dias, recebemos uma enxurrada de informações a partir de diversas fontes na internet. Algumas pessoas, com feed de notícias carregado, chegam a receber até 10 mil novos links diários. Como selecionar tudo isso de maneira inteligente? Simples, lendo os seus pensamentos.

Uma tecnologia que está sendo estudada pela DARPA pode transformar esse devaneio em realidade. A ideia é utilizar um sistema batizado de Cortically Coupled Computer Vision (C3Vision), que detectaria as suas ondas cerebrais e, baseado na atividade delas, decidiria quais temas são mais apropriados para suprir o fluxo diagnosticado.

A ideia é que o dispositivo possa ser utilizado pelo exército norte-americano durante a locomoção por terrenos acidentados. Assim, antes de embarcar em uma missão, os soldados teriam acesso a muitas informações sobre um assunto e, baseado nas dúvidas e interesses de cada um, o sistema se encarregaria de selecionar apenas um conteúdo específico para suprir a demanda.

Asfalto maleável feito goma de mascar

Os períodos quentes são os preferidos das companhias que mantêm estradas e rodovias para fazer reparos. Devido ao calor, a mistura colocada sobre os buracos para tapá-los se molda à fissura com maior facilidade, garantindo que, após a secagem, o pavimento tenha uma maior durabilidade.

Mas e o que fazer no inverno? Kirk Kjellberg, um vendedor de equipamentos de micro-ondas da cidade de Minnesota, está trabalhando em uma ideia que pode resolver problemas como esse. Ele é defensor de um sistema de micro-ondas capaz de dar choques de até 100 mil watts no asfalto e, com isso, derretê-lo de tal forma que seja possível fazer os reparos com mais facilidade.

O problema maior agora é colocar esse dispositivo em um veículo e controlar o seu consumo de energia. Até o presente momento, ainda não apareceu nenhum investidor interessado no projeto, mas Kirk estima que no máximo em “alguns anos” ele possa comercializar a sua técnica por aí.

Cobre para combater o mau cheiro

Todos os anos os norte-americanos gastam milhões de dólares em substâncias e produtos para combater o mau cheiro. Sprays e desodorantes, embora amenizem a situação, não agem na causa do problema e apenas servem para mascarar o cheiro com outro mais agradável.

Um projeto desenvolvido em segredo pela Kimberly-Clark pode mudar de uma vez por todas esse panorama. A empresa descobriu uma combinação potente utilizando cobre que, se colocada em sacos de lixo, areias para gato e mesmo em sprays, é capaz de agir diretamente na origem do mau cheiro, dissolvendo os odores desagradáveis e se mostrando mais eficaz na neutralização.

.....

Como você pôde perceber, não são apenas as causas nobres que ganham a atenção dos cientistas e mesmo as pesquisas mais inesperadas também são objeto de estudo. Pensando nisso, qual problema incomum você gostaria de resolver se pudesse? Deixe as suas sugestões nos comentários.

Cupons de desconto TecMundo: