Igreja promete “imunização” contra Coronavírus no RS

1 min de leitura
Imagem de: Igreja promete “imunização” contra Coronavírus no RS
Avatar do autor

Uma igreja de Porto Alegre realizou um culto no último domingo (01) prometendo usar o “poder de Deus contra o Coronavírus” para imunizar seus fiéis. A sessão religiosa foi divulgada pela cidade e nas redes sociais com banners informando que haveria “unção com óleo consagrado no jejum para imunizar contra qualquer epidemia ou doença”.

O culto ainda foi transmitido ao vivo pelas redes sociais da Igreja Catedral Global do Espírito Santo, ou "Casa dos Milagres". Na transmissão, o autoproclamado profeta Sílvio Ribeiro dizia repetidamente “Epidemia de Coronavírus, fora!” de acordo com a BBC Brasil.

Em contato com a BBC Brasil, a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul revelou ter recebido múltiplas denúncias sobre o culto que prometia sem fundamentos imunizar os presentes.

"Entendemos que a maneira mais efetiva de responder a esse episódio é divulgar medidas cientificamente comprovadas de prevenção, como vínhamos fazendo e continuamos desde antes da primeira confirmação da doença no Brasil. Orientamos as pessoas a seguirem as orientações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS), que usam como referência a Ciência como melhor forma de combate ao Coronavírus", declarou a Secretaria gaúcha via porta-voz.

igrejaIgreja realizou culto presencial e pela internet (Reprodução/BBC)

Crime de charlatanismo

A promotora Ângela Rotunno — coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Defesa dos Direitos Humanos do Ministério Público do Rio Grande do Sul — explicou que a igreja e os responsáveis pelo culto podem se enquadrados por crime de "charlatanismo ou curandeirismo".

Caso haja evidências de vantagem financeira proveniente da realização do culto, os responsáveis também poderiam ser acusados por estelionato. "Diante da doença e da possibilidade de morte, é comum o ser humano se sentir desesperado e desamparado", comentou Rotunno. “Pessoas inescrupulosas tentam obter vantagem desse desalento".

O MP-RS está analisando os anúncios do culto para “verificação do tipo de conduta e eventuais consequências legais”.

É importante destacar que, até o presente momento, não existe método de imunização ou cura para o Covid-19, mais conhecido como Coronavírus. Contudo, existem práticas que podem proteger contra a infecção.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Igreja promete “imunização” contra Coronavírus no RS