O Hospital Erasto Gaertner, em Curitiba, realiza entre os dias 16 e 18 de abril sua 1ª Maratona de Cirurgia Robótica Oncológica, que deve reunir médicos de todo o país e de várias partes do mundo. O objetivo é mostrar a utilização da técnica robótica em diferentes sistemas do corpo humano, como no aparelho urinário e no gastrointestinal. Durante o evento, serão realizadas seis cirurgias.

A recuperação é mais rápida em cirurgias com o uso de técnicas robóticas, pois há o mínimo de manipulação na área tumoral

Os participantes terão a oportunidade de acompanhar a transmissão, em alta resolução e em tempo real, com a atuação de renomados cirurgiões da América Latina. “A Maratona de Cirurgia Robótica faz parte do Programa de Ensino de Cirurgia Minimamente Invasiva do HEG, iniciado em 2015. Desde então, mais de 60 cirurgiões convidados do Brasil e de outros países realizaram cirurgias ao vivo no hospital. Mais de 200 cirurgiões de todo o país foram treinados com o que de há mais avançado em cirurgia”, explica o cirurgião Reitan Ribeiro, coordenador de Maratonas de Cirurgias do Hospital Erasto Gaertner.

O Sistema Cirúrgico Robótico oferece aos pacientes um método mais seguro e menos invasivo, com equipamento que conferem mais destreza e controle durante o processo, especialmente nas áreas mais delicadas. Além disso, a recuperação é mais rápida depois desse tipo de intervenção, pois há o mínimo de manipulação na área tumoral.

CIRURGIA

“A tendência atual e futura no mundo é a aplicação da Cirurgia Robótica para ressecções oncológicas gastrointestinais, pancreáticas, hepáticas, urológicas e do trato genital. O objetivo do Hospital Erasto Gaertner  é difundir e solidificar o método dentro da comunidade médica, por isso a escolha de um evento científico internacional, teórico e prático, com duração de três dias, e que conta com o apoio estratégico e operacional do Colégio Brasileiro de Cirurgiões”, afirma Flavio Daniel Saavedra Tomasich, coordenador da Maratona Robótica.

Maratonas continuam nos próximos meses

Somente no ano passado, primeiro ano de atividade do Sistema Robótico no Hospital Erasto Gaertner, foram realizados mais de 53 procedimentos – todos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O hospital é o único do Paraná e de Santa Catarina a oferecer o serviço para pacientes do SUS, sendo 2% crianças e adolescentes, 42% idosos e 56% adultos entre 19 e 59 anos.

Em 2017, vários profissionais locais passaram pelos mais diversos treinamentos de aptidão para esse tipo de cirurgia e oito deles receberam a qualificação para realizar esse tipo operação. A nova tecnologia robótica foi viabilizada pelo Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (PRONON), que tem a finalidade de captar e canalizar recursos para a prevenção e o combate ao câncer. Todo o dinheiro para o projeto foi captado por deduções do imposto de renda, tanto de pessoas físicas quanto jurídicas.

Nos próximos meses o hospital realiza ainda mais duas maratonas cirúrgicas, entre elas 4ª Maratona de Ginecologia Oncológica Laparoscópica, nos dias 28 e 29 de setembro, quando seis convidados deverão realizar 14 e 18 operações; e a 2ª Maratona de Cirurgia de Câncer de Mama, nos dias 8 e 9 de junho, em evento com dez cirurgiões realizando entre 15 e 20 procedimentos.

Cupons de desconto TecMundo: