(Fonte da imagem: Science Mag)

A movimentação dos elétrons sempre foi um assunto complicado de ser debatido e, principalmente, registrado em imagem. Dessa vez, entretanto, cientistas da IBM Research Zurich e da University of Liverpool finalmente conseguiram: eles foram os primeiros a capturar a trajetória que um elétron realiza em torno de um núcleo.

A substância que você vê nas fotos a e b é o pentaceno, um hidrocarboneto composto por um conjunto de 22 de átomos de carbono e rodeado por vários átomos de hidrogênio. As regiões escurecidas da imagem, que parecem dividir a molécula em várias partes, consistem no caminho percorrido pelo elétron, no que é chamado de órbita.

A imagem nomeada como HOMO simboliza o caminho mais provável feito pelo elétron, enquanto LUMO mostra a trajetória que ele deve percorrer com menor frequência. Já c, d, e f mostram como os cientistas acreditavam que as imagens seriam. Pela semelhança entre as duas coleções, é possível constatar que a descoberta é verdadeira.

Segundo a Science Mag, o registro só foi possível graças a um microscópio de força atômica (AFM, na sigla original), que é capaz de retratar imagens muito menores do que os aparelhos tradicionais – a própria agulha do instrumento necessita de outro microscópio para ser visualizada!

A tarefa é ainda mais difícil quando lembramos que o comportamento de um elétron é diferente de uma partícula comum: determinar sua posição em um orbital exige cálculos baseados apenas em probabilidades.

Cupons de desconto TecMundo: