O Chrome OS ainda não é um sistema operacional totalmente difundido no mercado internacional, mas os Chromebooks têm conseguido bons elogios por todas as partes. Leves e baratos, os computadores com o sistema da Google também têm ótima aceitação nas comunidades de desenvolvedores e entusiastas. Agora, uma novidade no sistema vai agradar especialmente estes últimos grupos.

De acordo com uma postagem de François Beaufort — desenvolvedor ligado ao projeto Chromium — no Google Plus, os dispositivos com Chrome OS vão passar a permitir a instalação de códigos modificados do sistema operacional, ou seja, vão deixar que os consumidores criem versões diferentes do SO nos aparelhos. Tudo isso pode ser feito por meio de conexões USB, por pendrives ou HDs externos.

Ainda não é possível instalar novos SOs diretamente no computador, mas com os drives externos já se torna fácil a execução de códigos modificados. Isso deve ser muito interessante para desenvolvedores que quiserem testar seus códigos em um Chromebook. É importante deixar claro que isso não significa que será permitido instalar o Windows no aparelho, apenas versões baseados no próprio Chromium.

Mais detalhes

Por esta postagem encontrada no Google Plus, você pode encontrar alguns detalhes enviados pelo próprio François Beaufort para mostrar como funciona o novo sistema e quais são as vantagens de utilizar as ferramentas. Vale lembrar que este mecanismo exige conhecimentos mais avançados em programação de computadores e sistemas virtuais.

Cupons de desconto TecMundo: