(Fonte da imagem: Reprodução/Chrome Web Store)

Os usuários do Google Chrome já estão acostumados a instalar suas extensões favoritas. Basta acessar a Chrome Web Store e encontrar o que estão procurando, de uma maneira muito similar ao que acontece nas lojas de aplicativos dos sistemas operacionais portáteis (e agora também dos computadores). Mas sempre foi possível instalar complementos de outros sites, diretamente das páginas dos desenvolvedores.

Só que isso será modificado a partir das próximas versões do Chrome. Visando acabar com as chances de códigos maliciosos serem distribuídos junto aos complementos, a Google está limitando a instalação das extensões. Com isso, apenas as presentes na Chrome Web Store poderão ser adicionadas diretamente no navegador, sem precisar de autorizações específicas para isso – além das realizadas pelo usuário.

Para instalar extensões de outros sites, você deverá seguir alguns passos a mais, sendo preciso realizar o download do arquivo e salvá-lo em alguma pasta do computador. Depois, com o menu de extensões do Chrome aberto, é necessário arrastar o arquivo até ele. Uma janela de autorização será aberta e você pode decidir se quer ou não prosseguir. A Google deixa claro que é preciso tomar muito cuidado com isso.

Nesta página, a empresa de Mountain View afirma que possui uma equipe muito competente de analistas e engenheiros de software, que trabalham arduamente para evitar que complementos maliciosos sejam colocados na página de extensões da Chrome Web Store. Isso significa que a loja é a forma mais segura de se conseguir algum complemento.

Fonte: Google

Cupons de desconto TecMundo: