Informações encontradas recentemente nos repositórios do Chromium indicam que a Google está ativamente executando experimentos com verificação de login no Chrome OS por meio da leitura de impressões digitais. De acordo com os dados levantados pelo site Chrome Unboxed, o recurso pode aparecer em um Chromebook futuro, que vem sendo chamado pelo codinome Kevin – embora ainda não existam evidências de que a máquina terá um sensor biométrico.

Mesmo com a falta de informações concretas, os detalhes descobertos indicam que a funcionalidade certamente está sendo trabalhada para chegar no futuro, algo que faz total sentido se levarmos em consideração a popularidade do uso de impressões digitais em celulares com Android e iOS. Além disso, muitos laptops Windows já vêm de fábrica com esse tipo de leitor, e até os próximos MacBooks devem receber a biometria.

Sobre as implicações das impressões digitais no Chrome OS, espera-se que a tecnologia seja aplicada de forma muito parecida ao que já vemos no Android hoje. Além de servir como credencial de login no próprio dispositivo, o sistema pode ser usado para travar e destravar apps específicos, ativar certas configurações e acessar sites e serviços compatíveis, entre outras funções. Mesmo com as novas informações, ainda não há previsão sobre quando veremos Chromebooks chegando com leitores de digitais.

Cupons de desconto TecMundo: