(Fonte da imagem: Divulgação / CEA)

Para o presidente da Consumer Electronic Association, Gary Shapiro, o Brasil tem grande potencial de crescimento no mercado de eletrônicos, porém, acaba esbarrando em obstáculos comerciais e tributários. Segundo ele, a economia estável do nosso país permite que brasileiros viajem o mundo para comprar dispositivos, algo que acaba não incentivando o mercado local.

Para Shapiro, responsável pela organização anual da Consumer Electronics Show, a indústria de produtos eletrônicos deve faturar US$ 1 trilhão em 2012, após um crescimento abaixo do esperado no ano passado. Segundo ele, os problemas econômicos dos países de primeiro mundo não influenciam tanto assim nas vendas, já que os preços também despencam.

Em entrevista ao site G1, Shapiro afirmou ainda que os países do BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China) são essenciais para a continuidade do bom momento vivido pelo mercado de eletrônicos. Para que isso aconteça, porém, é preciso reduzir as taxas tributárias, possibilitando que as pessoas tenham mais dispositivos em suas casas.

Cupons de desconto TecMundo: