NVIDIA

A NVIDIA, até o presente momento, é uma das empresas que mais apresentaram novidades durante a CES 2011. Superphones, tablets de alta performance e aposta no desenvolvimento da cloud computing foram apenas algumas das novidades trazidas pela companhia em sua conferência.

Entretanto, a NVIDIA deixou para o final do evento a revelação de um projeto conhecido até então apenas como Denver. Na verdade, trata-se de um codinome para a arquitetura ARM de processadores que a empresa planeja colocar no mercado ainda em 2011.

O principal diferencial fica por conta da possibilidade de integrar em um mesmo chip processador e placa de vídeo, eliminando assim a necessidade de uma placa adicional mesmo em computadores com configurações voltadas para a alta performance.

Embora as primeiras aplicações dessa integração indiquem que ela será utilizada em larga escala no futuro em dispositivos portáteis, como smartphones e tablets, nada impede também que ela se torne uma tendência em desktops.

A nova linha deve ainda encontrar um concorrente direto no mercado. A Intel anunciou também na CES 2011 o lançamento dos processadores Sandy Bridge, baseados na microarquitetura de 32nm da empresa.

O dispositivo da NVIDIA deverá encontrar um amplo mercado entre as grandes empresas. Apple, Google e Microsoft são apenas algumas das companhias com as quais a NVIDIA negocia e todas já sinalizaram interesse em desenvolver aplicações que explorem a arquitetura ARM.

“O projeto Denver liberta PCs, estações de trabalho e servidores da hegemonia e ineficiência da arquitetura x86. Por muitos anos, desenvolvedores da área de computação de alta performance tiveram poucas escolhas graças a essa arquitetura”, destacou Bill Dally, VP de Pesquisa da NVIDIA.

Cupons de desconto TecMundo: