O keynote de Steve Ballmer, CEO da Microsoft, deixou os apaixonados por tecnologia um tanto quanto frustrados na noite de ontem. Os rumores apontavam para o possível lançamento ou apresentação do Courier, tido como o tablet da Microsoft.

Após alguns problemas de energia e o usual blablabla sobre as conquistas do império de Bill Gates, Ballmer revelou o grande segredo da noite: a HP Slate, uma tablet desenvolvida pela Hewlett-Packard rodando o Windows 7. O CEO parece realmente acreditar na ascenção do mercado de slates, mas o produto da HP não passa de um protótipo cujas características de hardware não foram sequer divulgadas.



Durante a exibição, Ballmer utilizou o aplicativo do Kindle para PC, provando que o viés de e-book reader estará presente na grande maioria das tablets. Além disso, foi utilizado o Media Player, o que deixou claro o sistema operacional utilizado pela HP Slate: o Windows 7.

HP Slate

A Microsoft pisou na bola. Enquanto todos esperavam um produto inovador e com um sistema operacional diferenciado, tudo o que foi mostrado é um computador multitoque de 10’’. O usuário compra uma tablet para usar o Word e Adobe Photoshop ou para navegar na internet e assistir a um filme? Microsoft, uma tablet não precisa do Windows 7 por inteiro.



O uso do Windows 7 não é oficial, mas é o que deu para perceber,a partir da demonstração da HP Slate. Espera-se que, em breve, a empresa divulgue mais informações sobre este gadget.


Quem sabe um dia, o Microsoft Courier saia do papel e a empresa de Bill Gates surpreenda o mundo com algo realmente único. Enquanto isso, resta esperar e ver o que Apple preparou para o dia 26 ou 27 de Janeiro, prováveis datas para seu próximo evento, em que a iSlate deve ser lançada. Mesmo no escuro, a Apple sai na frente na briga pelo mercado de Slates.

Cupons de desconto TecMundo: