Para quem esperava que a Sharp fosse seguir as mesmas linhas adotadas pela LG e pela Toshiba nas convenções de hoje, a japonesa Sharp surpreendeu ao não apresentar nenhum elemento em 3D em seus aparelhos.

A marca, no entanto, não descartou esse mercado e prevê a entrada nele, mas apenas no final de 2010. Para este ano a aposta da empresa ficou centralizada em três vertentes: display, consumo de energia e ambientação.

Para isso a nova linha de televisores intitulada AQUOS LED trará uma inovação em termos de cores. Todas as demais TVs têm um sistema de cores baseado em três matizes RGB – red (vermelho), Green (verde) e Blue (azul).

Sharp

A novidade fica por conta da tecnologia QuadPixel que inclui mais uma cor, no caso o amarelo (Y – Yellow). A possibilidade amplia combinações e cores para o impressionante número de 1 trilhão. Embora todas as outras marcas tenham apostado no incremento da qualidade de imagem, nenhuma outra deu tanta atenção ao quesito.

Já em se tratando de consumo de energia sua proposta não ficou tão clara. No entanto, a ideia do novo produto é reduzir o consumo de energia em 50% se comparado com TVs similares. Isso é possível graças uma tecnologia que utiliza as condições do ambiente para poupar energia.

A aposta da empresa é possível graças à tecnologia UV2A, que permite um novo alinhamento do painel de cristal líquido, aumentando o contraste e, com isso, diminuindo o consumo de energia. O UV se refere ao fato de o material responder aos raios ultravioletas, mudando a direção deles e realinhado-os com as moléculas de cristal líquido.

Visual da nova AQUOS. Foto: Sharp/Divulgação.

O último quesito que a empresa vai trabalhar em 2010 é a interatividade. Essa característica ficará por conta do seu novo player de Blu-ray, uma verdadeira central de entretenimento com canais específicos e a possibilidade de compra de conteúdo via Netflix.

Outros aplicativos como o Twitter também farão parte da rede da Sharp. Será possível assinar e ler feeds RSS pelo Blu-ray. O preço sugerido para comercialização do produto nos EUA é de US$ 749 e não há previsão de chegada do produto ao Brasil.

Cupons de desconto TecMundo: