Provavelmente, todos nós já ouvimos histórias sobre crianças cada vez mais novas usando aparelhos como smartphones e tablets. Agora, um estudo feito nos Estados Unidos pela Sociedade Acadêmica de Pediatria mostra que, realmente, o uso desses dispositivos está disseminado até entre os bebês.

Segundo a pesquisa, nada menos que 36% das crianças que não completaram um aninho já tocaram ou rolaram a tela em um smartphone ou tablet. Quando a atividade é "assistir a programas de TV", 52% delas já haviam sido expostas a esses aparelhos.

Já entre um e dois anos, mais 33% dos mirins já tocaram ou rolaram a tela pela primeira vez na vida e 35% deles fizeram uma chamada. Quando maior a idade, mais diminui o número de pessoas que "usam" o celular ou tablet pela primeira vez: entre quatro e cinco anos, somente 2% passaram a conhecer os aparelhos.

Porcentagem de crianças que são expostas às atividades em cada faixa etátia

Ainda de acordo com o estudo, 60% dos pais deixam as crianças usarem os aparelhos enquanto dirigem. Já 73% deixam quando estão realizando afazeres domésticos, 60% para acalmar as crianças e 29% para fazê-las dormir. Somente 30% disseram ter discutido o uso dos dispositivos com seus pediatras.

A pesquisa foi feita com 370 pais de família, cujos filhos estão distribuídos homogeneamente entre as diferentes faixas etárias (até 1 ano, 1 a 2, 2 a 3, 3 a 4 e 4 a 5). Das crianças, 51% são meninas, 74% negras e 14% hispânicas. As famílias possuem TV (97%), tablets (83%), smartphones (77%) e acesso à internet (59%).

Cupons de desconto TecMundo: