Um estudo divulgado na revista Science Advances neste mês mostra que um grupo de pesquisadores está trabalhando em um projeto que visa utilizar o acelerômetro dos celulares como um dos itens de detecção e alerta de terremotos. Segundo a pesquisa, os modelos mais novos de celular podem mensurar um terremoto com maior precisão do que um equipamento baseado apenas em GPS.

“Se você pega o seu smartphone e se mover seis polegadas para a direita você verá o quão precisamente ele indica esse deslocamento e isso é exatamente o que precisamos saber quando estudamos terremotos”, explicou Sarah Minson, uma das autoras da pesquisa, ao jornal LA Times.

O maior desafio agora é saber como isolar essas informações que já são captadas naturalmente pelos celulares e identificar o que são movimentos naturais e o que são movimentos cotidianos, como por exemplo quando você bate com o smartphone em uma mesa.

Entretanto, caso a premissa se mostre correta, bastaria apenas o download de um app para que em segundos centenas de pessoas estivessem enviando um relatório preciso sobre possíveis terremotos em um área. Isso dispensaria ainda a instalação de centenas de detectores espalhados por várias localidades e, de quebra, colocaria todos os usuários em uma espécie de crowdfunding em prol de um bem comum.

Cupons de desconto TecMundo: