Uma pesquisa conduzida pelo site Phone Arena mostra que, diante da escolha por um smartphone com botões virtuais ou com componentes físicos, 57,14% de seus leitores prefere a segunda alternativa. O resultado chocou o repórter Chris P., que afirmou julgar incompreensível que os 42,86% restantes prefiram a opção fornecida por software.

Segundo ele, botões virtuais não somente se mostram intrusivos durante o uso de aplicativos como ocupam um espaço substancial da tela. Uma análise realizada pelo veículo mostra que, devido à solução, muitos aparelhos perdem entre 6% a 7% do espaço útil de suas telas — ou seja, na prática o Nexus 6 da Google só oferece 5,7 polegadas de área utilizável, por exemplo.

Em compensação, o uso de componentes físicos traz como desvantagem o fato de que essa opção está mais propensa à ocorrência de defeitos. Além disso, como não há uma padronização nesse sentido, o consumidor é forçado a “reaprender” a maneira como esses botões funcionam caso decida trocar seu aparelho por uma opção feita por uma empresa concorrente.

E você, o que prefere: smartphones com soluções físicas e capacitivas ou o sistema do Android que exibe itens de forma fixa na tela dos aparelhos? Registre sua opinião sobre essa “polêmica” em nossa seção de comentários.

Cupons de desconto TecMundo: