Um australiano que viajava pela Europa teve um baita susto quando voltou para casa. Ele recebeu uma conta de celular de R$ 1,2 milhão ou AU$ 571 mil. O pior de tudo é que ele teve o celular roubado durante a viagem e, ao que parece, a operadora não efetivou o seu pedido de cancelamento da linha. O ladrão fez uma infinidade de ligações internacionais, inclusive para a Somália, com o aparelho roubado.

A situação do cliente ficou famosa na Austrália quando o ombudsman do TIO, o órgão correspondente à nossa Anatel, criticou a postura da operadora frente ao cliente. Ele estava sendo forçado a aceitar a conta e teria que pagá-la, mesmo o valor tendo sido decorrente de um erro da operadora.

Fim do problema

O nome do homem não foi revelado nem a operadora em questão, mas depois da divulgação do problema, o órgão regulador das telecomunicações na Austrália colocou um fim na peleja. O cliente não teve que pagar a conta.

Há um levantamento feito em 2011 por uma organização internacional que aponta a Austrália como um dos países que cobram o roaming mais caro do mundo. Por conta disso, o valor da conta foi tão absurdo, mesmo tendo o ladrão se aproveitado bastante da situação.

Cupons de desconto TecMundo: