Poucos gostam de falar sobre temas relacionados à morte, mas a verdade é que crematórios continuam praticamente os mesmos desde que foram inventados no século passado. Acontece que mesmo esses dispositivos de tecnologia simples, responsáveis por fazer com que o homem literalmente “retorne ao pó”, estão para evoluir e contar com a presença de smartphones no processo de sua função.

A empresa holandesa DFW Europe — especializada em soluções para cremação — revelou seu último produto, um tipo de crematório que pode ser controlado por seu operador através de um HTC One. Uma sala de cremação com cinco desses fornos foi projetada e construída em Ringsted, na Dinamarca.

No procedimento, tudo que a pessoa precisa fazer é colocar seu nome, escanear um código de barra — para ter certeza de que a pessoa certa está sendo cremada —, pressionar um único botão em seu smartphone e o processo continua automaticamente a partir dali.

A invenção está sendo chamada no mercado de “Cremação 2.0”. Apesar de mórbido, o processo de cremação é benéfico ao meio ambiente, uma vez que o calor gerado é reciclado e usado em casas e escolas da região. É a tecnologia digital a serviço dos assuntos funerários.

Cupons de desconto TecMundo: