Atenção: este artigo foi atualizado com valores e informações referentes à data de 14 de julho de 2016.

Hoje, o Brasil conta com quatro gigantescas operadoras de telefonia celular — além de algumas empresas de menor abrangência que agem em regiões mais limitadas do território.  Mas você sabe dizer qual delas oferece as melhores vantagens para o seu perfil de consumo? Tudo depende de como você se comporta com os aparelhos portáteis.

Além de analisar as operadoras, você precisa saber também se consegue trabalhar melhor com planos pré-pagos ou pós-pagos, uma vez que esse fator também interfere muito. Há casos em que os pós-pagos podem ser muito mais baratos do que os pré-pagos, mas tudo recai sobre uma série de análises que todo consumidor deve fazer antes de contratar um plano.

Está curioso para saber mais sobre isso? Então confira os nossos comparativos e descubra se o seu perfil de consumo se encaixa melhor em um plano de telefonia com créditos pré-pagos ou se você pode assinar um pós-pago sem medo. Também trouxemos alguns comparativos com os planos de controle, que funcionam com “contas limitadas” para os clientes.

Como descobrir o que é melhor?

Antes de assinar qualquer plano com alguma operadora, você precisa pensar muito bem em como utiliza os aparelhos. Por isso, nós vamos fazer algumas rápidas perguntas que você deve avaliar com cautela para descobrir qual é o tipo perfeito de pacote que pode ser contratado com as operadoras de sua preferência. Quanto eu vou usar para efetuar ligações? Eu preciso de ligações ilimitadas para a mesma operadora? Eu preciso de SMS ilimitado? Qual a quantidade de dados que eu navego?

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Se você utiliza o aparelho para fazer ligações com muita frequência, é preciso ter em mente que isso é o que mais pesa no orçamento. Algumas operadoras oferecem promoções especiais para quem efetua ligações para aparelhos que também são clientes. Por exemplo, em um plano pré-pago da TIM, as ligaçãos para outro celular da TIM podem ser feitas sem limites por apenas R$ 1,29 — durante todo o dia de ativação.

Apesar de a TIM ter sido pioneira nesse tipo de oferta (com o Infinity), hoje todas fazem promoções similares. A diferença é que todas são baseadas em pacotes semanais. A Oi, por exemplo, oferece pacotes de R$ 10,00 com 500 MB de internet e 100 minutos de ligações.

A Claro também trabalha com um pacote semanal pelo mesmo valor, com 500 MB de internet e ligações ilimitadas para Claro e NET.  A Vivo faz o mesmo que a Claro, permitindo 500 MB de internet e ligações ilimitadas dentro da própria operadora.

Eu preciso de um pós-pago?

Se você usa muito o seu aparelho, um plano pós-pago pode ser realmente interessante. Mas para isso é preciso saber se você pode usar tudo o que o plano oferece. Vamos fazer algumas contas bem rápidas e utilizar as quatro operadoras para saber quando é que realmente vale a pena assumir o compromisso com um plano de conta do seu ceular.

Veja os limites de cada uma e pense bem em quanto você gastaria. É importante pensar em quem são as pessoas com que você mantém mais contato e também o quanto você quer gastar. Planos pós-pagos oferecem mais franquia de dados e ligações para outras operadores, mas você usa isso? Confira algumas rápidas comparações.

Tim

Em um plano pós-pago, é possível pagar R$ 99,00 e ter mensagens ilimitadas, 2 GB de acesso à internet, ligações ilimitadas para a Tim e 1000 minutos para outras operadoras. No pré-pago, para ter 2 GB de internet no mês seria necessário contratar quatro pacotes semanais de 500 MB, que somariam R$ 40 e ainda trariam 400 minutos de ligações. Ou seja: compensa para quem faz muitas ligações, pois os 600 minutos que não são cobertos no pré-pago custariam bem mais que isso.

Importante: não utilizamos os planos Tim Beta em nossas análises por eles não serem abertos ao público. 

Vivo

Em um plano pós-pago, é possível pagar R$ 125,99 e ter mensagens ilimitadas, 5 GB de acesso à internet, ligações ilimitadas para a Vivo e 420 minutos para outras operadoras. No pré-pago, essa quantia garantiria quatro semanas de pacote Vivo 500 MB (R$ 39,96) e sobrariam R$ 86. Porém, o pacote pós conta com 3 GB de internet a mais e o pré-pago não cobre qualquer ligação para outras operadoras. 

Claro

Em um plano pós-pago, é possível pagar R$ 99,99 e ter mensagens ilimitadas, 2 GB de acesso à internet, ligações ilimitadas para a Claro e NET e 150 minutos de chamadas livres. No pré-pago, quatro semanas com pacotes de 500 MB (somando 2 GB) resultam no custo de R$ 40. Porém, o pacote pré-pago não cobre ligações para outras operadoras.

Oi

Em um plano pós-pago, é possível pagar R$ 79,90 e ter ligações 250 minutos para ligar para qualquer operadora, além de 3 GB de internet — com fidelização de 12 meses. No pré-pago, é possível assinar um pacote mensal de R$ 40,00 com 1,5 GB de internet e 500 minutos livres.

Dados são o grande destaque atual

Se anos atrás, o grande foco dos pacotes era na oferta de SMS ilimitados, hoje a maior procura está na quantidade de dados que as operadoras podem oferecer. Por isso, grande parte dos planos pós-pagos traz grandes quantidades de dados para os consumidores, sendo que os pacotes semanais pré-pagos focam na mesma oferta.

Quando analisamos os planos mais básicos no pós-pago, vemos que há poucas diferenças nos custos disso em relação aos pré-pagos — como você pode ter visto mais acima. É nas assinaturas mais robustas que as diferenças acabam se destacando. Hoje, há como assinar planos com até 20 GB mensais em algumas operadoras.

Planos controle: encaixando no orçamento

Já faz alguns anos que as operadoras brasileiras oferecem planos controle para os consumidores. Eles são pós-pagos, mas contam com valores fixos para evitar surpresas na hora da fatura e não demandam a recarga constante. Apesar disso, os clientes podem comprar créditos para continuar falando após o esgotamento das franquias. Nessa modalidade, quem leva vantagem é quem usa muito o aparelho para ligar para a mesma operadora.

......

Como você pode perceber, não é possível dizer que um plano é o melhor de todos porque existem diversas variáveis que devem ser levadas em consideração. Cada pessoa possui um grupo de contatos com que mais fala e a operadora dessas pessoas influencia muito em qual será a opção mais barata e rentável. Além disso, o perfil de consumo também interfere muito nesses casos.

O que fica bem claro é que planos pré-pagos continuam sendo os mais indicados para quem usa o celular para mandar mensagens e acessar a internet, deixando as ligações apenas para casos emergenciais — ou então para quem tem muitos amigos na mesma operadora. Por outro lado, as ligações ainda são mais baratas para quem assina planos pós-pagos e também para quem precisa de grandes pacotes de dados.

Por isso, nossa maior dica é: estude bem as suas necessidades e pense em qual a melhor forma de aproveitar o seu aparelho. Assim, você saberá exatamente como otimizar os seus gastos e evitar a assinatura de planos que oferecem muito mais do que você utiliza. Já sabe qual será o seu próximo plano de telefonia celular?

Cupons de desconto TecMundo: