Pânico. Desespero. Esses são apenas alguns dos sentimentos enfrentados por aqueles que veem o seu smartphone caindo no chão ou ainda dentro da água. Na maioria dos casos não há mesmo o que fazer, a não torcer para que nada se quebre ou para que os componentes não sejam danificados.

Entretanto, é possível minimizar eventuais problemas investindo na proteção dos seus eletrônicos. É justamente esse o objetivo das tecnologias Screen Protector e Water Shield, ambas da Get Proof e disponíveis na iCenter, em Curitiba, com exclusividade em todo o Brasil. Fomos visitar o espaço e conferir de perto como isso funciona.

Resistente à água

Antes de tudo é preciso deixar claro qual é a diferença entre um produto à prova de água e um resistente à água. Sejamos razoáveis: a maioria dos eletrônicos não foi feita para ser colocada em contato direto com a água. Mesmo que em um primeiro momento nada aconteça de errado, a permanência da água nas placas, com o passar do tempo, pode causar oxidação dos componentes.

Por conta disso, quando vemos um produto à prova de água, isso significa que ele conta com algum tipo de tecnologia que impede a entrada do líquido, vedando o acesso aos componentes. No caso dos aparelhos resistentes à água não há essa vedação, passando pelos componentes da mesma forma. A diferença é que eles contam com uma blindagem que faz com que a água não se acumule no local, evitando a oxidação. O Water Shield é uma nanotecnologia que permite “blindar” os aparelhos eletrônicos, tornando-os resistentes ao contato com líquidos.

Como funciona o processo

Depois de limpos, os aparelhos são colocados em uma espécie de câmara, onde todo o ar que possa interferir no processo é retirado. Depois de cerca de 50 minutos, a máquina cria um efeito de vácuo em seu interior. Por meio de um cilindro precursor, um processo de ionização ocorre e ele é transformado em plasma.

A camada hidrofóbica não altera em nada o funcionamento dos produtos. A aplicação pode ser feita em qualquer eletrônico, desde celulares e tablets até placas de circuito, chips de processamento e peças de maquinário pesado, como máquinas injetoras e robôs. Produtos como papel, por exemplo, também podem ser submetidos ao processo.

Preço e disponibilidade

De acordo com Ivan Wawryniuk, responsável pela Get Proof no Brasil, o custo de aplicação do processo Water Shield em um aparelho é de R$ 118 para smartphones e R$ 159 para tablets, independente da marca ou modelo. Caso nenhuma peça do aparelho precise ser trocada, o processo não precisa ser feito novamente.

Incialmente, a tecnologia está disponível apenas na iCenter, em Curitiba, mas há um projeto para a inauguração de novas franquias em outras cidades brasileiras. Aqueles que não moram na capital paranaense podem ainda acessar o site da empresa e enviar os seus produtos pelo Correio para que possam receber a aplicação do tratamento.

Cupons de desconto TecMundo: